Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

Toda vez que nas noites escuras na cama eu me deito,

eu sinto sempre uma dor forte no peito.

Sei que quando ceder, meu corpo adormecer e meu subconsciente o permitir ver,

não verei coisas boas, nem verei como uma mente fértil por som ecoa.

Tudo escureceu e o portal abriu, agora vejo algo como ninguém nunca viu,

um novo mundo, só para mim.

Se eu me orgulho disso? É claro que não,

os olhos flutuantes estão a me encarar pela escuridão.

Nada é igual, mas nem tudo é diferente,

especialmente quando vejo aqueles olhos claros e caóticos em minha frente.

Estou sendo perseguida, a luz daqueles olhos é a única coisa que ilumina minha vida.

Meus atos, meu passos, uma pequena pitada de ódio em tudo,

essa é a forma na qual estes olhos me permitem ver o mundo.

Advertisement