Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

Toxic é um garoto tímido um pouco popular, vivia trancado no quarto fazendo experimentos químicos com veneno, pois tinha muito interesse em produtos tóxico e fatais, e também vivia trancado jogando vídeo game e estudando.

Ele morava com sua mãe, seu pai e seu irmão mais velho que implicava sempre com o menor por conta de seus experimentos mortais!

Em uma tarde de sábado, o garoto teve que ir até o mercado para sua mãe… Aproveitando a saída do mais novo. o mais velho resolve '' estragar '' um trabalho de Toxic.

Seguiu sorrateiramente até o laboratório improvisado de seu irmão, e surgiu um frasco que havia um líquido esverdeado dentro.

E despejou o líquido dentro de um Balão Volumétrico que continha um líquido amarelo neon.

Enquanto ele começava a despejar o líquido, o cientista tóxico acaba entrando no local, assustando seu irmão que acaba despejando todo o líquido do frasco.

O irmão de Toxic acaba saído do quarto deixando o garoto no quarto sozinho, com uma explosão que ia ocorrer.

Desesperado? É claro que sim. ele impede de acontecer o desastre, mas era tarde demais. uma explosão acaba sendo muito forte e arremessa Toxic na parede e ele acaba desmaiando por conta da pancada.

Toxic acorda num leito de hospital, seus pais se encontravam na sua frente com expressões preocupantes, pela saúde do jovem.

Ele recebe alta 2 dias depois sendo liberado para ir para casa. Após subir para seu quarto, ele percebe os fragmentos deixados no chão por conta do acidente.

Na noite mesma, na hora do jantar não corrige nada perturbado pelo fato de saber que o autor desse acidente, foi seu irmão, que esta bem a sua frente.

— não esta com fome filho?

Perguntava a mãe dos garotos.

— não… Me deem licença.

O garoto de 15 anos se retira da mesa e vai, ate seu quarto, se deitando na cama com uma expressão triste em seu semblante. o sono chega e ele se rende ao mesmo.

O garoto acaba sonhando com o acontecimento e acorda suando frio. ele acaba efetuando a pior escolha da sua vida.

Ele decide matar o próprio irmão envenenado. se levanta veste uma camisa preta por baixo e uma blusa roxa por cima, calças preta e tênis da mesma cor das calças.

Ele coloca uma máscara de grafite preta, pega um veneno poderoso que poderia matar 3 ser humanos em simultâneo.

Anda silenciosamente ate o mais velho que estava dormindo ficando por cima do mais velho colocando o frasco perto da boca do adolescente que acorda assustado e olha para o garoto a sua frente.

— SAI DO MEU QUARTO SEU PORRA!

Gritava o garoto de desespero que não disse mais nada, pois, Toxic coloca o frasco na boca do irmão.

— engole…

Dizia ele com uma expressão seria no rosto.

— Mandei você engolir seu, merda!

Tóxico faz o mais velho engoli todo o suco tóxico efetuado pelo cientista. ele observa o mais velho morrer lentamente na sua frente.

— ME AJUDA! … Por favor.

Foi o último suspiro do adolescente antes de morrer envenenado pelo seu irmão.

— espero que queime no inferno seu fudido.

Diz Tóxico pulando a janela ao ouvir a maçaneta da porta sendo movida.

Ele se inspirou mudado pelo assassinato que causou, se inspirou mais… vivo.

Relato 1: nevoa Toxica.

Bem… Podemos começar? … Chamo-me Alan, tenho 16 anos e moro em Buffalo Nova York, moro um pouco requerido da cidade. Um bairro amigável e acolhedor.

Que infelizmente se tornou um campo de desespero… no meu bairro estava havendo vários casos de morte por envenenamento, oitenta e quatro por cento dos casos eram dormindo e cinco por cento eram corpos encontrados na floresta.

Na volta para casa após a escola, eu recebi a notificação de que meu amigo, lues foi encontrado no quarto enquanto jogava em seu computador, muito triste, os pais de Lues noticia super abalados com o que houve… Mas o importante é que eles estão conseguindo superar isso.

Após chegar em casa e realizar minha rotina que sempre faço, subo ate meu quarto e ligo meu vídeo game, mas enquanto eu escolhia um jogo olhei para a floresta em frente a minha casa e vi um garoto que aparentava ter a minha idade.

Usava uma blusa roxa, junto a uma máscara de grafite preta, calças escura e tênis da mesma cor. Ele, encarava a janela do meu quarto fixamente, e acenava para mim enquanto segurava uma seringa com algo que parecia veneno. '' Será ele o assassino?''

Me apressei para pegar meu celular na escrivaninha, mas quando voltei para a janela, ele havia sumido larguei o celular e corri para a porta da frente, ao colocar a mão na maçaneta me senti tonto e tive a impressão de que não conseguia respirar.

Como se minhas glândulas respiratórias estiveram se fechado por completo!

Olhei para baixo e vi uma nevoa verde invadindo a entrada por baixo da porta, corri para o meu quarto em busca de um ar mais limpo, aquilo me assustou muito.

Será que foi aquele garoto que causou isso? ele queria me matar? contei aos meus pais e eles não acreditaram em mim.

Eram muitíssimas perguntas para um dia só. Depois daquele dia, eu nunca mais saio da janela, esperando ver aquele garoto novamente. Às vezes eu o via com a blusa ensanguentada, e algumas vezes segurando um membro humano. Era assustador demais, me lembro que ele não apareceu por uma semana achei estranho.

Mas uma noite eu estava em meu quarto dormindo, quando senti alguém me observando, acordei assustado e olhei para os lados para vê se eu encontrava alguém, então encontrei o mesmo garoto. Ele me olhava fixamente seus cabelos castanhos caídos sobre a testa davam um clima de extremo pavor.

'' Q-Quem é você? '' Gaguejei, eu suava frio meu corpo tremia de medo. Ele abaixou a máscara, tinha uma parte de sua bochecha derretida, como se alguém jogou acido em seu rosto formando um buraco que mostrava suas presas.

'' 'não irei te matar' '' Ele disse '' Apenas vim realizar uma visita '' ele simplesmente sumiu em uma névoa verde, e essa nevoa era toxica, e antes de mim, desmaiar li algo na parede escrito com sangue '' Toxic Boy esteve aqui ''.

Advertisement