Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

De verdade, eu não sei como isso aconteceu, ao mesmo tempo que não queria que isso tivesse acontecido comigo, nem ao menos esperava por esse momento traumatizante... até hoje, este acontecimento não há respostas para que eu consiga descrever o que aconteceu naquela noite, não sei mesmo. Mas ainda sim, guardei esse relato em minha mente para muitas pessoas, somente poucos amigos meus tiveram acesso à essa história toda. Realmente, isso me deixa confuso. Agora, eu irei contar tudo que aconteceu comigo naquele certo dia e outros acontecimentos posteriores...

Kanbaru

Eu tinha acabado de sair de um funeral de um parente de um amigo meu da faculdade, eu e mais três amigos meus que foram ao funeral decidimos jantar no centro da cidade de Paris (Antes que me pergunte, sim, eu moro na França) para que nos animassem um pouco, pois meu amigo estava muito deprimido com a morte recente do seu ente querido. Assim que terminamos de comer nossa pizza, me despedi dos meus amigos e fui para a região aonde ficava a minha casa de comboio, pois morava um pouco longe do centro da cidade... talvez eu era a única pessoa que estudava na faculdade que morava nessa região de Paris.

Minha casa era à cinco minutos de caminhada da estação de comboio local, o que me facilitava demais. Assim que cheguei que cheguei ao portão, percebi que em frente à porta principal da minha casa, havia uma pequena embalagem jogada lá. Era algo muito simples e recente, parecia que alguém havia entregue aquilo naquele dia mais cedo. Mas estranhei, pois o carteiro aparecia no meu bairro a cada 3 semanas e a última vez que ele apareceu por lá foi há quase uma semana. Cheguei até perguntar para alguns vizinhos se eles viram alguma pessoa ou os correios entregando alguma embalagem em frente à minha casa, mas não cheguei a nenhuma resposta... pois eles também achavam que nada demais havia acontecido, já que era normal os correios da minha cidade aparecessem por poucos dias.

Vendo que aquilo tudo era um beco sem saída para as minhas respostas, decidi ir à minha casa para ver o que era isso. Assim que entrei na casa e dei um pouco de comida para o meu gato, eu abri a embalagem e vi que havia um DVD lá dentro. Era um DVD que não havia etiqueta ou algo assim... era aqueles DVDs comuns que normalmente você guarda ou excluí arquivos ou vídeos na hora que quiser e que podem ser comprados facilmente. Eu não estava entendendo muita coisa naquele exato momento, quem havia deixado aquele DVD na minha casa tão de repente assim? Porque isso parece algo tão importante? Fui analisar mais um pouco aquele DVD e vi que algo estava algo escrito com caneta verde na parte superior do DVD, a tinta estava muito borrada, fazendo não reconhecer nada. Tive que pegar meu celular para iluminar sobre aquele borrão, percebi que havia algo escrito naquele lugar, e estava escrito:

"Kanbaru's Madness"

No primeiro momento, não entendi muito bem o que isso poderia dizer, achei no início que poderia ser um jogo em desenvolvimento e alguém deixou acidentalmente cair em frente à minha casa... mas a hipótese foi descartada assim que coloquei aquele DVD no meu computador. No arquivo do DVD vi apenas umas 5 coisas: 3 pastas com nomes de "Test", "Run" e "Script", uma foto e um vídeo. Nas duas primeiras pastas "Test" e "Run" mostravam absolutamente nada, praticamente nenhum arquivo a mostra. Já na pasta "Script", havia apenas um bloco de notas com o nome de "Henry", na qual mostrava apenas algo escrito como "WHY YOU ARE SO LOST?" nas notas.

Vendo que não havia encontrado absolutamente merda nenhuma nos três primeiros arquivos, fui ao arquivo da foto, na qual mostrava uma foto de um trem acidentado juntamente com alguns policiais investigando o ocorrido. Agora que vi que aquilo era estranho demais, quis me perguntar qual era o contexto disso tudo, mas decidi continuar. Então, cheguei a parte do arquivo .mp4, o vídeo. O vídeo tinha o mesmo nome no qual havia visto rabiscado no DVD, no caso, "Kanbaru Madness". Mas, quando coloquei o vídeo para rodar no player do meu PC, acabou por dar erro. Já estava muito irritado, porque aquilo não funcionou? Eu tentei mais duas vezes, mas não adiantou.

Então, tirei o DVD do PC e coloquei no meu DVD player para conseguir exibir o arquivo de vídeo na minha TV, no início eu achava que isso não poderia funcionar... mas, eu vi que eu estava errado, aquilo FINALMENTE começou a exibir um vídeo. Em seguida, eu estava surpreso em ver que aquilo era um episódio do anime Bakemonogatari. Quer dizer, isso claramente conseguiu me surpreender, como um DVD desse anime foi acabar parando na minha casa assim do nada? Lembro de que todos os meus amigos que gostavam de animes na minha faculdade, apenas dois consideravam Bakemonogatari como o seus animes favoritos. Eu achei de que fosse uma surpresa que eles fizeram para mim, mas isso não me veio ao caso. Pensei até em ligar pra eles pra avisar sobre o que eu havia encontrado em frente à minha casa, mas desisti logo em seguida.

Eu gostava muito de Monogatari, principalmente da primeira temporada do anime, que era Bakemonogatari, mas ao mesmo tempo não considero um dos meus animes favoritos. Tinha alguns melhores, mas vai ver porque aquilo havia sido lançado há pouco tempo na época do ocorrido. Então, eles haviam lançado recentemente a nova temporada, no caso, Nisemonogatari. Mas por conta da minha faculdade e claro, do meu pior emprego possível em uma pizzaria local, acabei não vendo muitos animes inéditos ou novas temporadas em 2012, inclusive Nisemonogatari. Como eu já estava há uma semana nas férias de verão da minha faculdade e ao mesmo tempo, do meu emprego, já havia começado a ver diversos animes que haviam sido lançados nessa época, mas não havia começado a nova temporada de Monogatari, inclusive por diversos acontecimentos ocorridos naquele dia.

Bem, já adiantando, assim que a abertura "Staple Stable" terminou, a tela ficou preta por quase um minuto. Se bem que eu estranhei pelo fato da tela ficar preta por todo esse tempo, porque normalmente, a tela costumava pular diretamente para o episódio após o fim da abertura. Posso ter me preocupado desnecessariamente, mas isso não era nem um pouco comum. Mas enfim, os sons pareciam ser pequenos chiados durante esse um minuto de tela escura, não consegui compreender o que era, mas acho que deve ter sido algum erro no DVD ou algo assim.

Assim que a tela preta terminou, tudo começou na residência de Araragi. Não havia absolutamente ninguém por perto, a câmera focou em uma sala praticamente sem nenhum personagem à vista. Nenhum som foi tocado naquele momento da cena, era como se a tela estivesse travada ou algo assim. Até fui verificar, mas curiosamente, aquilo estava funcionando apesar de tudo. Estranhei pelo fato daquilo não ter me apresentado nada mais, eu jurava que não havia entendido para o que era isso. A tela ficou assim por mais ou menos 2 minutos e meio, até que finalmente o episódio começa...

A cena então corta para Hanekawa, que parecia estar caminhando em alguma coisa que parecia ser uma rua escura durante à noite, ela parecia estar andando calmamente durante aquele momento. Mas, enxerguei alguma coisa de errado nela: Parecia bem assustada, como se ela não quisesse estar andando por aquela rua, era como se ela estivesse sendo obrigada a fazer aquilo forçadamente. Seu rosto demonstrava pavor, como se ela estivesse vendo alguma coisa que havia a assustado naquela rua. Ela continuou caminhando por uns segundos até que ela parasse, nesse momento, a tela se afasta de Hanekawa, ao mesmo tempo que escurecesse aos poucos.

Não havia entendido nada naquele momento, inclusive o contexto daquela cena. Houve uns pequenos murmúrios de Hanekawa naquele momento em que a tela escureceu, como foi de se esperar... não entendi absolutamente nada, eram palavras bastante irreconhecíveis. Creio eu que aqueles murmúrios não eram em japonês, talvez em outra língua. De certo modo, depois de quase um minuto, os murmúrios pararam e nenhum som a mais foi reproduzido.

Após quase 10 segundos de tela preta, aquelas palavras que piscavam em japonês, cujo são bem normais no anime e apareciam com mais frequência, apareceram por 3 segundos. Então mostra um diálogo entre Araragi e Hachikuji, nada estava fora do comum naquele momento. Aquela clássica música de piano que sempre tocava no fundo apareceu como foi de esperar, ambos estavam conversando sobre algum possível encontro com Shinobu um pouco mais tarde naquele dia. O diálogo se seguiu praticamente normal para um episódio de Monogatari, o que foi praticamente normal. Mas, o que me incomodou de certa maneira, era que aos poucos... a conversa começou a tomar um rumo muito mais sombrio e perturbador, não sei porque, mas havia me incomodado muito com o que eles estavam conversando logo no final da cena.

Depois de um diálogo sobre uma possível morte de um personagem não identificado, no qual eu não consegui entender quem havia falecido no anime porque o áudio da dublagem apresentava muitas falhas, Hachikuji fica olhando fixamente para Araragi por alguns segundos. Em seguida, quando ela para de olhar fixamente para ele, ela fala algo como: "Você poderia ter impedido isso, não?" Como o áudio estava muito abafado naquela cena, não entendi exatamente o que Hachikuji quis dizer e o que ela quis dizer sobre o Araragi não ter "impedido" alguma coisa de acontecer, mas só sei que eles estavam conversando sobre a morte de algum personagem que não consegui identificar devido à uns pequenos trechos que não estavam claramente abafados.

Outro ponto que me incomodou era a animação, no qual parecia ter sido feita às pressas, não que se tivesse feito em um Paint ou algum programa de computador, mas sim... era a animação original, mas parecia muito atrasada. A qualidade do episódio era horrível em comparação aos outros episódios de Monogatari, literalmente quase tudo no episódio parecia muito borrado e irreconhecível. Já a dublagem, alguns diálogos não se encaixavam nos personagens, eu jurava que aquilo não foi feito em algum estúdio de dublagem, pois aquilo era muito amador, parecia algo mal editado feito em um gravador de áudio de computador. As duas coisas pareciam não fazer sentido na minha mente, senti que isso poderia ser uma boa ideia continuar vendo o episódio, não sei porque, mas senti alguma curiosidade percorrer na minha mente.

Enquanto isso, a cena corta para Araragi e Hachikuji caminhando em uma rua no meio da cidade, o cenário sugere ser um dia ensolarado. Dessa vez, os dois pareciam mais calmos e muito menos agitados em comparação à aquela cena anterior, era como se nada estivesse acontecendo. Eles falavam sobre o que eles viam na rua pela frente e se desculpavam de algumas coisas que não pareciam ter nenhum contexto, tudo parecia desconexo nesse episódio, inclusive alguns eventos que nunca aconteceram em Monogatari eram citados pelos dois personagens. Após um minuto e meio de caminhada, eles chegam até a residência de Araragi. Após entrarem, a tela corta para preto, em seguida mostrando aquele típico flash aleatório em que mostra alguma mensagem em japonês no anime.

A cena então mostra Hachikuji sentada em uma cadeira, ela parecia estar sozinha em meio à um fundo escuro, não há nenhuma música de fundo sendo tocada nesse momento. O que me intrigou mais foi o fato dela estar com um olhar apavorado e depressivo, o que significava que ela estava aborrecida ou bem triste. Não dá pra saber aonde ela estava, já que só havia uma luz fraca iluminando o lugar e o chão era todo cinza. Hachikuji fala algo enquanto olha pro chão, mas nenhum som foi escutado. Isso tudo continuou por quase um minuto, até que a tela começou a piscar aleatoriamente entre amarelo e vermelho.

A partir daqui, as coisas começaram a tomar um rumo mais bizarro e grotesco demais.

Nesse meio ponto, assim que a tela ficava piscando, os sons voltaram. Mas, tudo que ouvi foi apenas um chiado, era como se a tela estivesse em estática, mas estava bem baixinho. Pensei que deixei o volume da TV alto demais, mas vi que estava tudo bem. Não dava para saber o que estava acontecendo, tudo isso continuou por quase meio-minuto, até que uma imagem apareceu na tela: Era a foto de um trem destroçado, ele estava capotado e virado à direita, sobre o que se parecia um cruzamento entre uma rodovia e um trilho de trem, havia um carro destroçado há dois metros do trem e alguns policiais investigando tudo isso. Enquanto a foto era mostrada, o som de chiado parou. Nesse ponto, eu já estava um pouco confuso, como isso tudo foi mostrado sem nenhuma razão aparente? Alguma coisa na minha mente queria que eu continuasse vendo aquilo, sem outras escolhas, decidi que isso era o certo.

Após quase 20 segundos daquela foto sendo mostrada, um grito distorcido misturado com um chiado foi ouvido, assim como a tela mudou para uma foto de Hachikuji gritando em desespero. O zoom da cena estava totalmente focado no rosto de Hachikuji, por algum motivo, não deu pra ver o que havia mais naquela cena, parecendo algo como censura ou algum corte de outro episódio. Eu pulei de susto com o som um pouco alto daquela cena, confesso que eu não esperava por isso. O rosto de Hachikuji demonstrava mais pavor do que antes, a impressão que dava era que quanto mais eu olhava pra ela, mais assustada ela ficava. Eu já queria entender se isso era um episódio normal de Monogatari ou não, já estava começando a muito incomodado com aquilo.

Depois de quase mais 20 segundos mostrando aquilo, a tela mudou para um diálogo entre Shinobu e Araragi. Shinobu parecia muito zangada com Araragi e discutiam sem parar, pareciam estar muito bravos por um possível sumiço de Hachikuji e um ficava se culpando um ao outro. Não sei porque, mas achei a situação da briga entre os dois um pouco engraçada, senti uma sensação de maldade passar por mim quando dei à tela da minha TV um olhar apreensivo junto com um sorriso sádico. Tudo isso parou quando o telefone da residência de Araragi toca, de repente, assim que ele desligou o telefone, um olhar mórbido de Araragi veio à tona. Ele ficava olhando para Shinobu sem nenhuma razão, enquanto a mesma estranhava o porque dele estar desse jeito. Depois de uns 10 segundos, Araragi se ajoelhou em frente à Shinobu e começou a chorar, ele balbuciava coisas que nem ao certo entendia. Shinobu não expressava nenhuma reação até então, era como se ela estivesse profundamente zangada com ele ou algo assim.

Algo realmente não estava certo, já assisti muitos personagens desse anime chorando ou gritando em uma maneira meio ridícula do dublador fingir em estar chorando. Desta vez, foi muito diferente. Araragi parecia chorar e gritar ao mesmo tempo de nenhuma outra maneira que eu conhecia antes. Seus gritos e choros não eram como se o dublador estivesse fingindo que ele estivesse fazendo isso, mas era como se estivesse desesperado e desamparado. A maneira como ele gritava e chorava meio que me deixou com medo. O que realmente me chateou foi que ele gritava e chorava em um volume mais alto do que eu pensava que os alto-falantes da TV estavam. Eles estavam muito baixos, mas eu rapidamente recusei um pouco. E mais uma vez, tive uma sensação estranha com isso e um pouco de medo, mas tentei me livrar disso. Então, meu tempo de humor durou pouco...

Enquanto tudo isso acontecia, após um zoom no rosto de Araragi chorando, a cena corta para Shinobu. Mas dessa vez, ela estava rindo, como se estivesse achando aquilo muito engraçado. O que me incomodou foi a sua risada, estava muito diferente... algo não estava certo sobre isso. Sua risada era mais sádica e insana do que antes. Era como se ela estivesse olhando para a alma além do próprio Araragi. Seu rosto mórbido estava cheio de descrença, raiva, depressão, raiva e ódio sincero. Nunca vi uma emoção tão poderosa em um personagem de anime, muito menos em muitos ao mesmo tempo.

Essa cena perturbadora continuou por quase cerca de um minuto, até que a tela cortou para uma imagem e os sons pararam repentinamente. Essa imagem mostrava a Shinobu com a mesma expressão, mas dessa vez, parecia estar olhando para o telespectador. Algo estava escrito em um canto daquela imagem, na qual dizia: “Enganei aquele idiota do Araragi”, o que eu achei engraçado, mas mais assustador por causa da situação em que me encontrava. Não sei porque, mas depois que prestei mais atenção naquela imagem, me passou uma sensação horripilante em mim. A tela cortou para preto depois de 1 minuto mostrando aquela imagem.

Até aí, estava me sentindo bastante assustado, eu estava surpreso o bastante para ver a que ponto aquele episódio chegou. Durante uma longa tela preta, fui à cozinha e peguei um copo d'água para poder me acalmar. Isso até que funcionou, mas não por muito tempo...

Assim que voltei, a tela mudou para uma outra cena. A cena volta para a residência de Araragi, não havia mais nada. Tudo parecia que foi queimado e havia cinzas por toda parte, muitas janelas pareciam ter sido quebradas, parecendo que houve um incêndio. Olhei para o local onde Araragi e Shinobu estavam e não encontrei nada, tentei ficar atento para ver se havia algum personagem, mas nada mesmo, absolutamente nada. Porém, vi um quadro na parede que não me lembrava se já estava na residência de Araragi. Eu vi o que parecia ser uma imagem do Rainy Devil, aquilo estava retratando-o em uma sombra escura, no qual parecia estar encarando alguém que não apareceu naquele quadro. Para quem não sabe, o Rainy Devil é uma raridade demoníaca que concede três desejos subconscientes de seu usuário em troca de sua alma. Essa entidade, em algumas vezes, é associado à personagem Suruga Kanbaru.

Em seguida, apareceu uma cena do episódio 8 de Bakemonogatari, no qual mostra um diálogo entre Araragi e Meme Oshino. Mas dessa vez, após fechar a porta, ao invés de aparecer uma luta entre Araragi e Rainy Devil, a cena cortou para uma tela preta. Eu não havia entendido, porque diabos aquela cena mudou repentinamente assim? Seria isso algum tipo de censura ou falha do próprio DVD? Essas perguntas ficaram na minha mente por alguns 10 segundos até perceber o destino daquela cena. A tela cortou para Araragi, a câmera estava totalmente focada no rosto dele, mas, ele estava em uma situação miserável: Ele gritava em volumes impressionantes, não como na cena do diálogo com Shinobu, ele parecia estar sendo torturado por alguém e ele implorava para parar. Era como se estivessem gravando a voz de alguém sendo realmente torturado, não era nenhum tipo de atuação, precisava ser muito mais do que dublador para fazer algo assim. E de novo, o volume ficou muito alto do que devia, tanto que cheguei a ficar assustado e tampei meus ouvidos enquanto os gritos de Araragi pioraram.

Depois de quase 30 segundos, Araragi vomitou sangue de sua boca, não era sangue de anime ou qualquer coisa assim... era um sangue muito real, parecia ter sido feito em CGI ou Photoshop. Assim que Araragi vomitou, os gritos pararam e a tela escureceu. Eu realmente já estava querendo saber que merda era essa que estava vendo, não é possível uma coisa assim em um anime como Monogatari, eu sei que o anime chega a um ponto de violência em algumas cenas da franquia... mas, não ao ponto disso. Isso era uma aberração, parecia muito mais do que eu imaginava... algo... assustador e bizarro ao mesmo tempo.

Tentei me levantar do sofá para tirar essa porcaria de DVD do meu player, mas, alguma curiosidade doentia veio na minha mente para que continuasse vendo. Então, continuei vendo aquilo... após quase 5 segundos de uma tela preta, apareceu uma cena de Araragi, ou melhor, o que sobrou dele. Ele estava completamente deformado, uma parcela de seu rosto estava desfigurada, suas mãos e pés foram arrancadas do seu corpo. Mas o que me intrigou bastante, era que aquele tipo de cena não deve ter sido feita em qualquer estúdio de anime como a Shaft, mas sim, tinha que ser profissional mesmo para fazer aquilo, era algo assustador.

De repente, assim que a tela escureceu, uma mensagem apareceu dizendo "Essa maldição nunca acabará..." e a música de fundo do Rainy Devil tocou. Lembro que essa música era meio macabra, mas isso me pegou de forma tão inesperada e de surpresa que me levantei do meu sofá. Eu esqueci que estava tão alto, o maior arrepio de todos os tempos se transformou em um espasmo de pânico e medo. Eu estava tão assustado que não conseguia me mover ou responder, mas olhei por cinco segundos consecutivos assim que aquilo foi mostrado. Eu estava me sentindo estranho, nunca tinha sentido essa sensação em toda a minha vida.

Claro, para minha sorte, a tela escureceu e a música de fundo parou. Enfim, fiquei parcialmente aliviado, mas não esperava pelo que via a seguir... a tela corta para Shinobu, ela expressava um olhar de pavor em seu rosto, que estava olhando para a residência de Araragi. Ela murmurava algumas coisas que eu raramente entendia, mas em uma voz um pouco baixa e choramingando, parecia que ela estava prestes a chorar. Depois de uns minutos, quando Shinobu caminha para fora da área da residência de Araragi, a tela escureceu como se nada tivesse acontecido.

E de novo, a mesma coisa aconteceu, exceto que a mensagem dizia “Não haverá perdão...”. A música de fundo tensa do Rainy Devil de gelar a espinha tocou nos alto-falantes da minha TV novamente. Como?! Eu não sei, desta vez eu estava com os alto-falantes abaixados quase até o fim. A única coisa que poderia ter deixado tudo mais silencioso seria se eu silenciasse e desligasse a TV ou tirar aquele DVD.

A tela corta para Shinobu, mas algo estava muito errado. Ela estava enforcada, uma forca estava sobre o seu pescoço além de alguns hematomas pelo seu corpo. Eu já estava ficando assustado o suficiente vendo tudo aquilo, porque diabos esse episódio me mostraria algo assim? Mas da minha visão periférica, eu vi o rosto de Kanbaru à direita de Shinobu, parecia que sua boca estava aberta de uma forma muito diabólica e além disso, estava olhando para o telespectador. A música de fundo estava ficando cada vez mais distorcida assim que aquilo foi mostrado, digo que você só percebe que a música estava ficando distorcida 10 segundos depois dela ter começado.

Aquilo me deu mais uma sensação estranha de desconforto, mais uma vez, meu medo se tornou em desespero do que pode estar por vir vendo aquele episódio. Confie em mim, você teria que estar lá para ver ou poderia estar com medo de que algo possa acontecer com você depois do ocorrido, é uma das piores sensações possíveis que passei em toda a minha vida. Eu estava pensando sobre quem poderia ter feito isso? Por que eles fariam isso? Não é como se eles pudessem ver minha reação para tirar algum prazer disso. Então, por que fazer isso? Mas que merda era essa que estava vendo?

Após aquela imagem ser mostrada, apareceu uma cena aonde Hachikuji e Hanekawa estavam gritando e correndo de alguma coisa sem parar. Elas pareciam muito desesperadas e gritando a todo momento, eu já estava esperando o pior acontecer. Aí então, quando o vulto conseguiu atingir as duas, a tela escureceu mais uma vez. Logo em seguida, enquanto a tela ainda estava escurecida, eu escutei os gritos de Hachikuji e Hanekawa por quase 5 segundos. Mas dessa vez, os gritos estavam em um volume médio, não igual às outras vezes, tanto é que o volume da minha TV estava mais ou menos assim. Como já disse, já esperava o pior dessa cena, mas não imaginava que não me assustaria tanto comparado à última vez.

A tela mudou para os corpos empilhados dos cadáveres de Hachikuji e Hanekawa, o ângulo da câmera só mostrava aquilo, não havia mais nada além disso. Estavam do mesmo modo em que foi mostrado o cadáver de Araragi: Completamente deformadas e quase irreconhecíveis. Eu já não aguentava mais ver aquelas cenas, aquela sensação estranha que veio à minha mente só piorou a cada minuto que se passava do episódio, tinha até momentos que eu chegava a quase vomitar vendo tudo isso.

Agora, veio o pior e mais assustador momento de toda a minha vida. Nenhum outro momento me assombra como este faz até hoje. Com toda a sinceridade, talvez eu nunca irei superar esse momento tão traumatizante.

Quando a cena mudou, não era a música de fundo do Rainy Devil que tocava, era uma música de violino distorcida sendo tocada na minha TV, eu nunca ouvi essa música em algum momento de Monogatari. Lá estava também, uma mensagem. Tinha o rosto de Kanbaru visível ao fundo da mensagem, que parecia ter um sorriso ainda mais assustador e aparentava ter uma expressão diabólica. Quando li a mensagem, eu fiquei cada vez mais assustado e sentindo calafrios sem parar, era como se eu estivesse prestes a desmaiar naquele momento.

A mensagem dizia: "PORQUE VOCÊ AINDA ESTÁ ACORDADO? É TARDE DEMAIS, VOCÊ IRÁ VER O DESTINO FINAL."

Depois disso, aquela imagem aterrorizante de Kanbaru desapareceu da cena e a palavra "Destino final" ficou piscando por quase um minuto. Assim que tudo isso acabou, uma outra cena havia acabado de começar... a tela corta para Senjougahara, ela estava andando sobre um lugar escuro com um chão cinza, não dava para reconhecer aonde ela estava, mas essas são as únicas descrições sobre o que eu posso ter visto daquele local. Ela falava coisas que não entendi, mas em um volume baixo.

Reparei algo estranho nela: Quanto mais ela andava, lentamente, seu rosto exibia um olhar cada vez mais triste e pavoroso. Isso chegou à um ponto de que, dois minutos depois dessa cena ter começado, Senjougahara senta no chão, se abraça de joelhos e começa a chorar bem baixinho. O que me incomodou um pouco era que ela sempre mostrava um olhar sério originalmente, mas dessa vez não, parecia mais perturbada diante de toda essa situação. De repente, vi algo se aproximando no canto superior direito atrás de Senjougahara, era Kanbaru... e mais uma vez, com aquele olhar diabólico de antes, mas muito pior do que eu imaginava. Ela realmente parecia uma psicopata, ou até mesmo, algo muito pior.

Meu Deus, eu só queria sair daquele momento terrível, mas a única coisa que pude fazer era esperar, já que estava com medo de que qualquer coisa podia acontecer se fizer algum descuido possível. Eu tinha que ver aquilo, querendo ou não. Então, Senjougahara vira para trás e começa assim, um diálogo entre ela e Kanbaru por quase dois minutos. Senjougahara olhava para o rosto demoníaco de Kanbaru com um olhar de tristeza, perguntando sobre porque diabos ela cometeu todas as atrocidades possíveis e porque ela deveria se arrepender. Mas não adiantou em nada, Kanbaru vira para ela e diz: "Você tem culpa em tudo isso, perdão não vai adiantar em nada, você sofrerá as consequências".

Isso o que? Do que diabos a Kanbaru estava falando? Porque ela falaria essas coisas assim do nada? Eu não podia fazer absolutamente nada sobre entender mais à fundo sobre aquela cena, absolutamente nada. A parte que realmente me assustou foi a voz de Kanbaru, parecia uma mistura da dubladora original com uma voz soando demoníaca ao fundo, ela literalmente parecia um ser amaldiçoado. Como ela se tornou essa aberração? Me diz, como?

A próxima coisa que eu sei é que Senjougahara foge de Kanbaru assim que o diálogo termina, assim que a música distorcida de violino toca ao fundo. Eu não queria assistir, mas simplesmente não conseguia desviar o olhar. Kanbaru foi correndo na mesma velocidade que Senjougahara, ela correu até ficar aproximadamente à uns dois metros de distância da Senjouagahara. Então aconteceu a coisa mais horrível: Kanbaru alcança Senjougahara, pega uma faca e esfaqueia ela enquanto ria escandalosamente, a risada estava misturada com um gemido de dor da Senjougahara e uns sons de chutes nos quais não consegui distinguir naquela cena.

Eu não conseguia acreditar nos meus olhos, estava tão entorpecido de medo e pânico. Eu assisti com horror enquanto ela esfaqueava Senjougahara sem parar. Não havia esperança, isso já era a pior coisa possível que já vi em toda minha vida, estava implorando na minha mente que isso terminasse logo. Como se não fosse assustador o suficiente, a cena cortou para uma tela preta. E assim, uma palavra começou a piscar na tela por quase um minuto: "Esse é o paraíso da loucura, esse é o destino final de tudo."

Então, assim que a tela voltou para a cena anterior, um grito horripilante ecoou da tela da TV. Mas diferente das outras cenas ou qualquer episódio de Monogatari, isso era diferente. Os gritos eram horripilantes, indutores de desespero, terror impressionante e muito realistas. Definitivamente, minha TV não poderia ter produzido uma qualidade de áudio tão realista. Parecia que uma pessoa estava realmente dentro da TV gritando a plenos pulmões.

Eu vi à esquerda da tela, o terrível desfecho de Senjougahara depois da cena anterior. Ela estava em um estado muito pior que os outros personagens mortos ao longo do episódio, seus braços e pernas foram arrancados do seu corpo, assim como sua cabeça, que estava decapitada. E o pior disso tudo era que ela estava sem olhos à vista e sua boca estava completamente deformada, além de sua expressão de terror no seu rosto, ela literalmente parecia um zumbi. Mas digo, literalmente mesmo. Aquilo não era algum "realismo detalhista" em animes e mangás como em JoJo's Bizarre Adventure ou Berserk, parecia algo tirado de uma foto de um cadáver em decomposição e desenhado por um profissional, literalmente isso.

Assim que os gritos pararam e a tela parou de exibir o corpo de Senjougahara, a cena mudou para o rosto macabro de Kanbaru. Ela estava muito pior do que antes: Seus olhos estavam completamente pretos, como se fossem buracos, enquanto ela deu aquele sorriso maligno no seu rosto. E pior, ela parecia estar olhando para mim, era como se Kanbaru estivesse me encarando. Eu posso dizer que já estava pirando com todos os acontecimentos, eu estava à beira das lágrimas. Minha visão estava turva, meus lábios tremiam, eu tremia violentamente, mas não conseguia desviar os olhos do terror. Além disso, parecia que estava prestes a vomitar a qualquer momento...

Então, Kanbaru, ainda rindo escandalosamente em alguns momentos... depois de quase 30 segundos me encarando na tela da TV, pega uma arma do seu bolso e mira em seu peito, ela fala algo, o que ela disse antes de atirar foi: "Me perdoe...". Mas dessa vez, ela estava em sua voz original, não havia mais nenhum demônio abafando a sua voz em momento algum. Depois disso, quando ela atirou, a tela piscou em vermelho e preto por 6 segundos até que a tela escureceu. Eu estava com muito medo do que podia acontecer em seguida, já estava com muito medo daquela merda. Mas, tudo que vi depois foi que o player ejetou sozinho o DVD, não sei como, mas o DVD se auto ejetou sem que eu fizesse algo.

Isso nunca aconteceu com o meu DVD player, tentei botar o DVD de volta no meu player umas 3 vezes, mas não adiantou, o DVD se auto ejetava sem parar, era como se o player estivesse se recusando a reproduzir aquilo. Tentei colocar no meu computador, dessa vez deu certo, mas o arquivo de vídeo e as três pastas haviam sumido. No lugar, havia apenas uma pasta chamada "Destino final". Com receio de que havia algo assustador nisso, fui clicar na pasta e havia apenas uma imagem intitulada "PERDÃO.jpg". Quando abri a imagem, fiquei perplexo.

Era uma foto da minha família, não era uma foto que eu me lembrava de ter tirado há muito tempo atrás, era uma foto no aeroporto quando estava prestes a me mudar para a França há quase dois anos. Mas havia uma diferença, a imagem parecia ter sido editada: Minha irmã mais nova estava faltando na foto, o aeroporto parecia um pouco mais abandonado, não havia aviões e pessoas por perto e meus pais estavam com uma expressão de angústia em seus rostos. Nessa foto, eu fui o único que não sofreu nenhuma alteração, era o único que estava sorrindo nessa foto editada. Sendo que, na verdade, todos deveriam estar sorrindo na foto original, certo?

Depois de 10 minutos, o meu celular tocou. Assim que atendi, era o meu pai e minha mãe, eles pareciam muito desesperados. Eles disseram que a casa em que eles moravam em Coimbra, Portugal, estava pegando fogo. (Para quem não sabe, eu sou português nascido na cidade de Coimbra e moro na França desde 2010 por conta dos meus estudos e mais oportunidades de emprego) Eles falavam que não sabiam quais foram os motivos do incêndio da casa, disseram que suspeitavam de que foi alguém que invadiu a casa e incendiou o lugar. Mas o lado positivo era que nem meus pais e nem minha irmã mais nova estavam feridos ou algo assim e saíram do local a tempo, ainda mais, foram se hospedar temporariamente na casa da minha tia em Figueira da Foz, uma cidade costeira próxima à Coimbra.

Tudo isso aconteceu ao mesmo tempo em que vi aquele episódio, fiquei muito assustado, eu já estava maluco o suficiente para ter que ver mais coisas traumatizantes naquele mesmo dia. Eu queria muito não querer mais saber do que diabos era isso tudo, porque isso está acontecendo comigo? Jurava que nunca passei por algo semelhante, nunca mesmo. Queria pegar aquele maldito DVD e jogar no lixo, nunca mais queria ver aquela porcaria novamente na minha casa, tentei fazer isso, mas não adiantou. Sentia que se pudesse guardar aquilo, algumas pessoas nos quais eu pudesse contar toda a situação iriam acreditar em mim. Pois, se eu contasse essa história à alguém, sentiria que seria chamado de "maluco". Mas, eu juro mesmo que vi isso, juro mesmo.

Uma semana depois, tive que viajar à Portugal para auxiliar meus pais e minha irmã mais nova na investigação sobre o incêndio na casa deles. A conclusão da polícia local era que nunca houve algum tipo de invasão, mas sim, um curto-circuito no ar-condicionado da cozinha. Meus pais não entenderam nada, pois a última inspeção do ar-condicionado tinha acontecido 4 dias antes do incêndio e deu resultados positivos, mas, decidiram continuar mesmo assim. Meus pais tiveram que alugar uma casa em Figueira da Foz por um tempo, assim que a casa que foi incendiada foi reformada, eles retornaram para Coimbra.

Assim que voltei para a França, mais perguntas ficavam na minha mente, quem havia feito aquele episódio amaldiçoado de Monogatari e porque isso foi enviado justamente para a minha casa? Eu não sabia, não sabia mesmo o que fazer à respeito dessa situação, era uma das situações mais tensas que já enfrentei em toda a minha vida. Antes de mais nada, lembra quando disse anteriormente sobre dois amigos que gostavam de Monogatari na minha faculdade e consideravam um dos seus animes favoritos? Então, eu até comentei sobre esse episódio com eles, mas não acreditaram totalmente na história. O que me levantou certa suspeita de que eles possam estar envolvidos nisso, mas não progrediu.

O porque da minha suspeita de que eles possam estar evolvidos na produção do episódio não progredir? Simples, nenhum deles conheciam algum animador profissional que possa fazer algo relacionado à anime ou algo assim, sem falar que eles não manejavam o suficiente de edição de vídeo para algum episódio desses. Além disso, nem eu e nem eles conhecíamos algum "Henry" em certo momento. Sendo que originalmente, antes de ver o episódio, havia uma pasta com o nome de "Henry" e que estranhamente alguém com esse nome pode ter produzido esse episódio. O que eu achei um pouco bizarro era que o episódio estava completamente legendado em francês, na época, não entendia completamente a língua pois havia recentemente chegado ao país, mas pude entender algumas coisas graças à aulas básicas... não sei se isso foi um fan-made produzido aqui ou originalmente no Japão, mas claramente era algo que não devia ser exibido. Lembro que o anime Bakemonogatari foi até dublado na França e exibido no extinto canal Nolife, mas isso não chegou a me convencer como uma "pista" para o caso.

Aos poucos, minha suspeita de que esses meus amigos supostamente estarem envolvidos nessa história foi totalmente descartada e fui esquecendo desse momento. Não consegui dormir por quase três dias depois de ver o episódio, além disso, sentia uma sensação muito desconfortável nas minhas costas durante esses três dias: Era como se eu tivesse levado alguma pancada ou algo semelhante. Não sei como, mas isso me deixou preocupado por um tempo, mas acabei vendo que era nada demais. Eu não assisti a nova temporada Nisemonogatari até as próximas férias de verão de 2013, pois estava bastante traumatizado com aquele dia, até que esqueci completamente e decidi assistir, como se nada tivesse acontecido.

Agora, se você acha que as coisas estranhas pararam por aí, uma coisa estranha relacionado à esse episódio aconteceu há quase dois anos atrás, o que possivelmente me motivou a escrever isso.

Minha casa estava sendo reformada, nessa época, eu já estava morando com minha namorada no qual conheci na universidade em Paris. Como achava que a casa estava "pequena" para nós dois, decidimos reformar. Enquanto tudo isso acontecia, encontrei algo estranho atrás do meu guarda-roupa, sim, era o DVD. Eu já achava que tinha jogado no lixo há muito tempo atrás, queria jurar que estava pirando em ver aquilo na minha casa novamente, mas era isso mesmo... o DVD intitulado "Kanbaru Madness" estava lá. Comecei a relembrar tudo que aconteceu naquele fatídico dia de julho de 2012, no qual já estava praticamente esquecido na minha mente.

Quando a casa foi totalmente reformada e minha namorada havia saído para comprar algumas coisas no supermercado, decidi ver se a mesma coisa acontecia. Dessa vez, o DVD não se ejetou e reproduziu alguma coisa. No início, era apenas um minuto de tela preta, mas depois, mostrou o que parecia ser a residência de Araragi. Dessa vez, tudo estava completamente em uma situação caótica, tudo havia sido destruído e deixado em ruínas. Não havia mais nada lá, era como se aquele episódio nunca tivesse acontecido, era algo totalmente diferente... nenhum som enquanto a cena foi reproduzida. Depois de quase três minutos da residência de Araragi em ruínas, os créditos normais de Bakemonogatari com a música "Kimi no Shiranai Monogatari" foram exibidos em seguida, era como se nada tivesse acontecido.

Aquilo era como a cena final daquele episódio, pois lembro que na última vez que chequei com o controle do meu DVD player, faltavam quatro ou cinco minutos pra acabar aquilo. Mas ainda sim, ouvindo a música original dos créditos, me fez sentir aliviado de que tudo isso finalmente acabou. Tentei mais duas vezes se haveria alguma mudança no vídeo do DVD, mas nada aconteceu. Fui ao meu computador, mas dessa vez, o arquivo de vídeo funcionava. Mas como o esperado, era a mesma coisa.

O DVD ainda está guardado na minha casa, mas em um cofre no meu quarto, não houve mais nada além disso. Nunca expliquei a mais ninguém sobre o que aconteceu além de alguns amigos meus, pois provavelmente essas pessoas não iriam acreditar em mim. Digo que ainda gosto de Monogatari e de outros animes, mas esse dia ainda me deixa muitos mistérios na minha mente. Quem fez aquilo? Como isso foi deixado na minha casa? E porque? Talvez nunca acharei algumas dessas respostas.

Advertisement