Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement


"Você para sempre estará em minhas mãos" - O viajante perdido

Lost Traveler, ele é um homem majestoso, mas perigoso, insano, que só sabe como prejudicar os outros e acabou pagando o preço. Protagonista de sua própria história de origem. Antagonista do relato “ O viajante perdido “. Ele é servo de Kardama Dead Child, onde é essa entidade que o transformou em um monstro. Ele é uma creepypasta ( história de terror da internet) foi criada por um usuário anônimo chamado kardamaHHmoon/eloisekardama. Ele foi publicada na internet em 2023. Assim como qualquer outra Creepypasta, é um personagem fictício para histórias e fanarts. Um personagem ligado ao sobrenatural, nada haver com a realidade e também um personagem de terror.

O nome verdadeiro de Lost Traveler é Diego Demetriou, ele pode ser chamado por outros nomes como; O viajante perdido, O Louco, O rei corrupto e Leão Monstro. Seus pais biológicos que o deixaram no orfanato tem nomes desconhecidos, sua madrasta onde foi traída pelo marido que queria o mata-lo também não tem nome identificado, seus pais adotivos foram mortos por ele e a sua prima adotiva que também foi morta por ele se chamava Helena. Diego como humano é um produtor de eventos e como monstro assassino é um Daemone (Proxy de Kardama Dead Child) onde sua função é ser capanga dos seus parceiros, que protege os membros de todas as classes dos Daemones. Em questão de suas habilidades se consiste em ter força desproporcional e ser bom em tudo que faz. Os seus poderes dados pela Kardama são: Fisiologia Felina(sendo capaz de se transformar um leão monstro), Indução de Paranoia, Manipulação de fogo, Teletransporte nível perito e andar na água. Ele era humano até ser transformado pela Kardama em um monstro que é capaz de ter uma aparência humanoide e se transformar em um leão sobrenatural quando alcançar seu auge de poder. Seus passa tempos se consistem em viajar para outros lugares e cuidar dos animais. Os objetivos de Diego era ter uma família perfeita do seu jeito, porém foi um fracasso por causa da Kardama e por isso ele quer ter seus escravos como antes. Ele é uma entidade assassina delirante.

História[]

Diego, um garoto solitário, reservado e frio no orfanato pobre. Ele nasceu de uma linda mulher e um homem bagunceiro, só que o homem era casado, a esposa dele descobriu a traição e queria matar o bebê. O seu pai teve que deixa-lo para que a esposa não o mata-se e também, ele não queria ter outro filho e nem sua amante, por isso teve que o abandona-lo para seu próprio benefício, Diego interpreta que foi deixado como se fosse um saco de lixo, o que tinha acontecido realmente, de certa forma, é totalmente irrelevante para Diego, sempre xingava mentalmente que seus pais biológicos não se passam de adultos imaturos e imprestáveis, esperava que a esposa tenha matado seu pai e a amante da pior forma possível sem deixar nenhum rastro. Diego era chamado de "menino estranho" no orfanato pelas outras crianças, até com as freiras e o proprietário do lugar. Não era um insulto para o menino Demetriou, porque ele reconhece que é muito diferente das outras crianças, se orgulha muito disso, ele era inteligente, bastante habilidoso em atividades atléticas e conversava com os adultos como se fosse um deles. Pode soar que essas características não fazem sentido de estranheza, deviam se orgulhar por ser uma criança especial, só que sempre existe um ''porém'' em muitas pessoas, por mais que ele seja um prodígio, ele não tem caráter algum, ele não se importa com ninguém além de si mesmo, manipula as crianças para fazer o que quer, principalmente as meninas e causou vários problemas para as freiras. Outras coisas que poucas pessoas de lá sabem de algo dele, ele tem certos pensamentos grotescos e nojentos, algo com sangue, órgãos do corpo humano de fora e muitas coisas macabras de longe de Deus. Quando ele completou seus 14 anos, ele finalmente seria adotado, dando alívio para as crianças e as freiras do garoto estranho, ele não tinha gostado nenhum pouco disso, então em uma noite escura, ele saiu de sua cama para armar algo totalmente imperdoável. De manhã, a família que iria adotá-lo chegou no orfanato para buscá-lo, ele se despediu das freiras, das crianças e do proprietário dizendo que sentira saudade de todos eles com lagrimas no rosto. Será que essas lagrimas eram sinceras? Três dias no seu novo lar, ele estava na sala de estar com seus novos pais, tomando chá que ele mesmo fez para eles, a televisão estava ligada dando a sua novela favorita, até que o programa foi interrompido pelo canal de notícias urgentes, o orfanato que ele ficava pegou fogo as dez horas da noite que depois do dia que ele foi embora, matando as crianças, as freiras e o proprietário, os únicos sobreviventes foram apenas duas freiras e um bebê. Ele estava com os olhos muito abertos na tela da televisão, a família dele tentava consolar o garoto por ter perdido seus amigos, ele saiu da sala suspirando indo para o seu quarto, seus país ficaram tristes por ele, iriam esperar ele descontar a angústia sozinho pra depois entrar no quarto para conversar com ele. Enquanto Diego no seu quarto ajoelhado no chão, respirava pesado, lágrimas escorriam do seu rosto, mas não lágrimas de tristeza, ele abriu um sorriso diabólico, saia pequenas risadas de sua boca, cobria seu rosto para abafar sua gargalhada de sadismo para parecer que estava chorando para seus pais. Foi ele que fez aquilo, o garoto naquela noite antes de ir embora, ele fez uma armadilha no porão do orfanato, ele espalhou gasolina lá dentro, em cima da porta, tinha uma prateleira com um lampião que é aceso por vela, ele colocou uma pequena cordinha para que quem abrisse a porta, iria acabar puxando a corda para derrubar o lampião para cair no chão e quebrar liberando o pequeno fogo na gasolina no chão. Diego não se passava de um narcisista homicida e egocêntrico, queria tudo em sua superioridade, ele manipulava sua família adotiva para ser perfeita, como a melhor família de todas, sempre felizes e seguindo seus papéis de pai e mãe. Tudo andava como planejado para Diego, conseguiu ficar rico, teve popularidade imensa na escola, aquele típico playboy que as garotas gamavam, e o homem que os garotos consideravam como inspiração. Sua vida era como realeza, era a sua maior felicidade, no entanto, "essa felicidade", era seu pecado, ele não conquistou nada para ter esse paraíso, foi trapaça e um disfarce para esconder seu lado sombrio. Ele voltou em casa cansado por se divertir tanto com as coisas que não merecia. Sua família estava o esperando com uma pequena visita. Na sala de estar, estava uma pequena garotinha sentada no sofá, ela tinha cabelos longos, eram tão negros como a escuridão, tinha olhos azuis brilhantes, usava um vestido que parecia uma camisola cinza e sapatilhas pretas. A menina se aparentava ter 9 ou 10 anos, ela estava sorrindo olhando para Diego que estava com um pressentimento estranho sobre a garotinha, seus pais disseram que ela era sua prima distante, ela se chamava Helena, ela veio para conhecê-lo, a menina saiu do sofá e correu em sua direção para abraçá-lo. Ele retribui o abraço esperando que seja caloroso como qualquer empatia de uma criança, quando ela estava em seus braços, ele sentiu que a pele dela estava terrivelmente gelada, ele iria abrir a boca para avisar seus país a levarem ao médico, mas a criança agarrou ele pelo pescoço com uma força totalmente desproporcional para uma criança, ela puxou a cabeça dele para que seus olhos olhassem para seus olhos que eram azuis tão lindos como a água segundos atrás mudando para olhos horripilantes bizarramente. O garoto estava assustado, não estava entendo o que estava acontecendo com a garotinha, à medida que ele tentava parar de olhar para ela, "Helena" ficava mudando para uma aparência totalmente bizarra, seus dentes estavam enormes, seus cabelos ficaram mais negros que antes, flutuando como se não tivesse gravidade, no canto dos seus lábios apareceu marcas em forma de losango, seu vestido ficou mais comprido, formando um manto preto com margens brancas. O garoto olhava com a expressão assustado falando baixo "Helena?", a criatura responde, "Helena... ela bem parecida comigo, ela é uma criança morta, eu também sou uma criança morta, meu nome é... Kardama", Diego mudou seu olhar assustado para um olhar de que viu algo maravilhoso, "Kardama?... Kardama...Kardama criança morta", a criatura sorriu mostrando seus dentes semelhantes de um vampiro, Diego acaba desmaiando. Diego estava em um pesadelo, as pessoas que ele matou e manipulou estavam atacando-o, Diego se defendia dos ataques com uma faca de cozinha, a medida que ele esfaqueava as pessoas, uma dor de cabeça o abatia, depois que matou sua colega de escola que era apaixonada por ele, sentiu algo pontudo nas suas costas e estava queimando, era a Helena, então com raiva ele se virou e esfaqueou o seu crânio sem piedade alguma, em seguida caí no chão exausto e não se lembra mais nada do pesadelo. Apenas se lembrou da sensação de queimadura e uma fome agoniante. Depois de um longo tempo ele finalmente acorda com gosto estranho na sua boca, suas roupas estavam imundas de sangue, sua boca estava babada, seus dentes doíam e tinha farelos de carne muito estranhas. Ele estava na floresta, quando se levantou viu um rastro de pedaços humanos e sangue que davam o caminho para a cidade. No local onde estava, ele entrou em pânico, correndo para todo lado, gritava tão alto que podia ouvir a voz dele a quilômetros e se contorcia ridiculamente no chão. Ele ficou ali até se acalmar, tudo estava uma bagunça, não restava nada dele, sua glória e pessoas que ele precisava foram tiradas dele. Melhor dizendo foram salvas. Diego ficou em costado na arvore olhando para a lua, esperando ter uma ideia surgir para fazer, suas ideias foram interrompidas com a presença da garota bizarra, ela estendeu a mão para ele sem dizer uma palavra, ele recusou por alguns segundos, mas ele lembrou que tudo acabou pra ele, se ele voltasse seria preso pelos crimes que cometeu, então apertou a mão da garota e esse gesto mundo completamente sua vida.

Aparência[]

Como humano, seu cabelo era castanho claro com as mechas escuras, no seu rosto possui uma marca de nascença que as vezes as pessoas acham que é uma queimadura. Sua pele era estranhamente pálida, parece que sua cara é feita de plástico, e tinha machas brancas bem pequenas nos braços. Seus lábios eram grandes e rosados. Seus olhos eram claros com um pouco de toque de verde escuro e desbotado. Tinha estrutura do corpo padrão de um homem de 20 anos, possuindo 1,86 de altura e usava roupas caras sempre com paletas de cores que combinavam com o preto. Joias em seus dedos quase faziam parte de seu corpo. Como sobrenatural seu cabelo mudou para uma cor laranja avermelhado como brasa, sua pele escureceu dando cor de carvão, sua pele também se rasga um pouco revelando sua energia destrutiva, seus olhos ficaram com uma cor de sangue , seu corpo ficou mais alto e mais forte. Ele cresce tendo 2,30 de altura. Ele é capaz de se transformar em um leão metamórfico, com pelagem preta para se camuflar em lugares escuros e a noite e olhos vermelhos.

Personalidade:[]

Diego é jovem que não podia entender a dor dos outros. Ele pode ser descrito como tendo intenções malignas e tendo uma natureza deveras vaidosa. Diego possui um desejo "distorcido" de se tornar especial, ou de alguma forma "divino", possui um genuíno amor por sua família adotiva e a boa intenção de tornar o mundo "um lugar melhor", mas apenas para ele. Ele adiciona que debater as suas ações de quem o questionar se são boas ou más não é importante, e que Diego é apenas um homem "diabólico." Ele trata friamente com todos, a não ser nas ocasiões que precisa usá-los, usa seu jeito maduro e racional para seus benefícios.

Possui uma personalidade muito forte, principalmente quando surgiu em sua nova escola, não se importando em ser inconveniente, chato e, na maioria das vezes, arrogante.

Como um Sociopata amoral que não vai hesitar em destruir qualquer um que vê ele como uma ameaça aos seus próprios desígnios sinistros. Como muitos psicopatas clinicamente diagnosticados, Diego usa uma máscara metafórica da normalidade, estabelecendo-se como um conspirador de cabeça fria e ganhando a confiança daqueles ao seu redor, apesar de sua aparência física bastante confiável. Mesmo com essa máscara, as tendências sociopatas de Diego tendem a tornar ele muito evidente, em um tom bastante seco de voz. Ele é como um sádico emocional, obtendo um riso ao ver "os sonhos de outro companheiro se transformarem em pesadelos de um por um" e tratar o todos de forma especialmente dura. Ele também exibe tendências narcisistas, as mais óbvias sendo seu desejo obsessivo pelo poder e senso de direito, bem como a manipulação para alcançar seus objetivos. Diego agora só mostra sua personalidade quando se tornou um Daemone tornando-se arrogante e mal-humorado com seus parceiros após conhecê-los. É esse comportamento impulsivo que leva à sua queda, como ele usa seu terceiro desejo de se tornar o melhor, sem saber das vidas dos outros que ele agora tem de suportar. Ele sempre foi um tanto sombrio.

Habilidades e Poderes:[]

- Fisiologia Felina

- Condição sobrentural

- Ataques Mentais

- Capacidade Pulmonar Melhorada

- Detecção Sobrenatural

- Manipulação de emoções

- Acrobacias Aéreas

- Telecinese mágica

- Indução de Paranoia

- Geração de campo de repulsão

- Impressão Psiônica

- Rugido sônico

- Hipercompetência

- Restauração

- Indução de Insanidade

- Adaptação ambiental

- Aparência Ilusória

- Abacomancia

- Imunidade ao fogo

- Regeneração Sobrenatural

- Percepção Extrassensorial

- Absorção Mental

- Andar na água

- Hiper Instintos

- Teletransporte (Nível Perito)

- Manipulação do fogo

Fatos:[]

- Foi feito por kardamaHHmoon

- Ele mora na mansão das suas amigas Yokina e Rriei(que são suas parceiras Daemones) e ajudou elas a dar uma boa reforma naquele lugar.

- Ele não se importa tanto com o dinheiro, mas o que mais ele é obcecado é nada menos que poder sobre as pessoas, os humanos para ele são seus brinquedos e tem pena deles serem tão frágeis.

- Ele gosta de certos indivíduos que o desafiem para qualquer coisa.

- Ele é o típico sadomasoquista.

- Ele detesta crianças, não apenas crianças mimadas ou barulhentas, odeia literalmente a infância não se sabe do porquê, só de ver uma em seu campo de visão ele as elimina da terra. E odeia de quem age de maneira infantil e ingênua que isso causa uma raiva explosiva nele.

- Ele não tem capacidade de amar ninguém além de si mesmo.

- Ele adora viajar em vários lugares e com seus poderes pode ir com toda liberdade sem desperdiçar dinheiro.

- Antes de se tornar Daemone fazia faculdade de Direito.

- Ele não tinha nenhum sonho ou objetivos, tudo para ele na verdade era as coisas para buscar ou pegar o que era seu.

- Ele costume fazer festas em lugares bem escondidos para suas vítimas inocentes que foram convidadas para a festa genocida.

- Não fica bravo tão facilmente, mas se subestimar suas capacidades ou chama-lo de burro ele vira a fera literalmente e com muita raiva.

- Ele odeia ser tocado sem permissão.

- Tolera gente bagunceira.

- Nasceu em 1988

- Essa sua forma de leão sobrenatural foi inspirada no leão de Nemeia.

- Seu jogo favorito é Texas Hold'em.

- O único objetivo dele na sua condição por agora é ser o mais cativante para sua mestra, e ele irá fazer de tudo para conseguir. Ele não mostra compaixão para com ninguém, além dele mesmo; no entanto, a sua inveja por certas pessoas o enfatiza. A vaidade e inveja do Lost Traveler eventualmente, a leva à loucura. Quando ele se transforma em um leão horrendo para alcançar seu objetivo é um sinal da sua determinação e desespero.

- Lost é conhecido por ser muito ressentido com as freiras no orfanato, a última delas que sobreviveu ao incêndio por essencialmente arruinar qualquer chance de ele legitimamente machucar alguém. Seu ressentimento e raiva em relação a ela eram fortes o suficiente para que, depois que ele usurpasse o dela tentar assassiná-la, ele proibisse a simples menção do nome de dela sempre que estivesse nas proximidades de alguém.

- Lost parece possuir um complexo de superioridade, como evidenciado por sua felicidade de resignação ao fato de que ele foi preferido na sua condição genética em relação à força bruta para os rapazes de sua escola. Ele é egoísta e se orgulha de sua inteligência, dizendo: "No que diz respeito ao cérebro, eu tenho a parte do leão" e é um muito narcisista, sendo o último traço especialmente prevalente ao planejar o assassinato das crianças, Ele tem algumas peculiaridades das quais ele está ciente, como quando um amigo dele diz carinhosamente "Você é esquisito", Diego diz a ele "Você não tem ideia" (embora essa linha específica tenha sido uma piada interna intencional)

- Lost é fortemente sarcástico, frequentemente respondendo a tentativas de conversa com sarcasmo e insultos sutis. Depois de ter virado Daemone, o comportamento geral de Lost piora, tornando-se um pouco iludido, senão em autonegação, em acreditar que ele ainda é um servo lógico, apesar de evidências claras em contrário, aparentemente despreparado para confessar até mesmo para a si mesmo que os outros que era o melhor ou encontrar falhas em sua própria liderança. Isso implicava que grande parte da razão pela qual ele decidiu esse curso de ação foi simplesmente porque ele poderia fazer o que bem quisesse. Mesmo em posição de poder, ele permanece vulnerável a crises de indecisão e insegurança, pois é incapaz de aceitar críticas e muito teimoso para seguir os conselhos de seus conselheiros. Lost também é um hipócrita, pois implora a Kardama que poupe sua vida devido as suas ações que ele fez. Ele também diz a Yokina(sua amiga e parceira) para não correr como uma covarde, ignorando o fato de que ele mesmo fugiu de Kardama.

- Durante seus anos mais jovens, como líder de sua pequena gangue de garotos, Diego muitas vezes fazia patrulhas por conta própria, mostrando sua confiança. Ele também era um pouco ingênuo, pois confiava em um homem sem conta que acabou o traindo, o que acabou ferindo-o no final. No entanto, ele provou ser muito tático com suas intenções, pois depois de se tornar um traidor e matar o estranho em vingança, ele girou a narrativa a seu favor para torná-lo o herói da história, mostrando seu desejo de atenção.

- Lost é altamente inteligente como ele mesmo gostava de se gabar, facilmente capaz de manipular situações e conversas a seu favor. Isso compensou mais para não usar sua força física feito um bárbaro, que foi demonstrada ainda mais por sua decisão de submeter ao Evil Lord do qual ele não gostava, em vez de lutar contra ele abertamente. Apesar disso, ele não parecia se importar em fazer suas próprias caçadas, como evidenciado quando ele trouxe uma perna de um humano para as suas amigas e ele caçou ao lado delas. Ele é um lutador feroz que lutou contra o maior e muito mais forte Laughing Jack e chegou muito perto de matá-lo. No entanto, Lost não hesitará em enganar em uma luta, como visto quando ele arremessa brasas nos olhos do palhaço sem cor, cegando-o temporariamente, para ganhar vantagem. Lost era um indivíduo extremamente carismático, capaz de inspirar os seus parceiros a seguir sua causa e ganhar a lealdade fanática da Laila e seu bando.

- Em relação ao seu tratamento dos seus pais, ele é um pouco duro com eles, como evidenciado por repreendê-los por não seguirem seus papeis direitos como pais, e sua raiva chutando-os para fora depois que o pai cometeu o erro de mencionar seus pais biológicos ao alcance da voz. Ele mal podia tolerar a ideia de confiar em "idiotas" como eles. Pior de tudo, quando ele percebe que eles mentiram para ele sobre mandá-lo para o hospício, ele dá a eles um olhar que parecia indicar que ele iria lidar com eles mais tarde.

- Lost também é um sádico detestável, convencendo seus próprios pais adotivos de que ele foi o responsável pela morte das crianças do orfanato e depois provocando-os ainda mais por isso.

- Lost permanece conivente e sedento de poder, mesmo após suas perdas, como evidentemente mostrado por seus esquemas para enfraquecer seus atrapalhos, liderada por seu parceiro Landenam, e ele aparentemente se tornou menos tolerante ao fracasso a ponto de Lia temer Lost. Muito. Como Daemone, ele ainda é manipulador e - apesar de seu orgulho - sabe que seus objetivos não podem ser alcançados sem a ajuda dos seus parceiros levando-o a usar intimidação e tentação para manter seus novos lacaios complacentes. Ele mantém sua natureza de conspiração, embora se torne mais maníaco, pois ele alegremente semeia dissidência, pânico e agitação através do trabalho de seus aliados.

- Se seus aliados mostrarem qualquer sinal de fracasso, covardia, tolice ou fraqueza, Lost ficará furioso. Sua raiva só aumenta quando seus múltiplos planos são frustrados por seu parceiro Ladenam, por quem ele nutre um ódio especial. No final, Lost não tem conceito de perdão nem compaixão pelos outros, cuidando apenas de si mesmo, e não tem compreensão da família, claramente mostrado quando ele fica surpreso e perplexo quando a sua mãe adotiva o perdoa por seus crimes e isso fez Kardama ser invocada para julgar Lost ao invés de eliminar o espírito maligno em ódio.

- Sua frase de efeito é " You will forever be in my hands" (Você para sempre estará em minhas mãos).

Músicas temas[]

Teeth - 5 Seconds of Summer

Galeria:[]

Videos[]

Lost Traveler (All About that creepypasta)

Advertisement