Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

"Meu nome é Felipe, vivo numa cidadezinha do inteiro de São Paulo, deste aos 9 anos nunca gostava de cortar meu cabelo,meus país faziam de tudo para me convencer a ir cortar o cabelo, prometiam presentes antes do meu aniversário, dias das crianças e no natal, mas como não era bobo, sempre fugia dessas tentações, até um dia que me deixo perplexo e assustado." 

Todos os dias após as 3:00PM eu ficava no campo jogando bola com meus amigos da vizinhança, meu apelido devido a cabeleira que tinha foi inúmeras, mas destaco um, que vai ser importante para o decorrer desse relato: Leãozinho, um apelido estupido eu sei, mas eu não dava bola para isso, as vezes sempre nas grades do campo passava um homem muito estranho, ele tinha uma aparência de um homem velho e cego, pelo menos era isso que eu via nele, já meus amigos falavam que ele era um ex veterano de guerra.

O estranho que ele sempre fica vendo meus amigos jogarem bola, e saia de lá quando iamos embora, mas nunca ia até nós, talvez ele possa estar vendo o jogo, por ser um fã de bola, em sua casa deve ter bandeiras de algum time, deve até mesmo assistir jogos é sua TV, já que eu pensava dele ser cego, ele era sim, porém só de um olho, um dia ele não apareceu, estranhamos, achamos que ele poderia estar de cama ou algo assim.

Pela tarde veio a noticia que ele foi assassinado, testemunhas relataram um jovem magro cabeludo saindo da casa dele, quando policias entraram na casa havia escrito com o sangue do velho na parede do seu quarto a seguinte mensagem "Leãozinho vingado", eu fiquei bastante assustado, porque o possível assassino escreveria meu apelido na parede, literalmente a noticia espalhou, a policia veio até a minha porta meu interrogar, pelo "possível assassinato que eu havia cometido", eu disse que apesar das aparência semelhante, eu não havia feito aquilo, tetei chamar meus amigos, mas nenhum deles poderiam prestar algo para me inocentar daquilo.

Fui preso e transferido para a capital, fiquei na cadeia por 8 anos, depois quando fui sair, apareceu, um outro crime que eu havia cometido antes do assassinato, que eu havia vendido drogas para alguns moradores da cidadezinha, com uma foto que mostraram um muro, que parecia a casa do velho, na parede rebocada estava a seguinte mensagem " Leãozinho é o rei", fiquei mais 8 anos preso, quando completei 31 anos, (pois na época que fui preso tinha 15 anos), depois que retornei a tinha cidade, soube que minha família tinha se mudado sem explicações.

Foi duro morar sozinho e conseguir um emprego para ter dinheiro para ter o que comer, depois de quase entorno de 3 para 4 anos, soube que havia me incriminado,seu era Sebastião, um rapaz que tinha 16 anos na época, eles era obcecado por mim, por causa do meu cabelo e apelido, e usou isso para cometer dois crimes, mas ninguém sabe ao certo porque ele fez isso, mas eu só de uma coisa esse DESGRAÇADO arruinou minha vida, mais tarde encontrei esse Sebastião tentando roubando fruta na feira, ele olhou pra mim e deu um leve sorriso e saiu correndo.

Mas tarde soube que um crime tinha sido feito, e dessa vez sou ocupado, e sim sou mesmo, em quanto escrevo isso vou tirar minha própria vida, não suporto mais a cadeia, a causa do crime simples, matei Sebastião a facadas e tiros e escrevi na parede "Leãozinho descansa em paz"...

Advertisement