Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

Praticamente todos os dias meu único passatempo era jogar Habbo e comer mingau e danoninho enquanto via Felipe Neto, mesmo aquele jogo tendo se tornado um tanto entediante com o tempo, e naquele dia realmente estava entediado já que não tinha achado nada para fazer dentro do jogo, e para piorar apenas um amigo meu estava online, então, resolvi segui-lo e quem sabe puxar algum assunto ou ver se ele tinha alguma ideia do que poderíamos fazer. Fui no quarto onde o Adriano estava. Achei estranho o fato de que era um quarto chamado apenas "181", e não tinha uma mobília sequer, e com as paredes e o chão da cor padrão... Adriano estava no canto do quarto, calado, mas não parecia estar inativo, então, fui até seu lado e comecei a puxar conversa:

"E aí, Adriano, o que tá fazendo por aq..."                                                       

  Antes que eu pudesse terminar, Adriano se virou para mim, seu personagem estava com um tom de pele mais esbranquiçado que ele costumava usar, ele ficou alguns segundos sem dizer nada, quando eu já ia terminar o que estava dizendo, ele disse:                                                              

"Que bom que veio, Fernando, ela também estava esperando por ti!"           

                                                 

  Fiquei sem entender nada, mas antes que pudesse perguntar do que ele estava falando, uma menina apareceu na entrada do quarto, e ela estava vestida com uma toalha no corpo e tinha um cabelo roxo bagunçado, com uma borboleta verde, e "Beatricina" era seu nick. Ela ficou lá parada, sem fazer nada por um bom tempo, então, resolvi clicar nela, fiquei confuso quando vi que em sua descrição estava uma frase em alguma língua que eu não conseguia entender. Então, ela veio até mim e disse:                                                                                                                 

  "Agora, já podemos ir, nós estamos quase atrasados!"                                                            

    "Ir para onde?!"

Eu perguntava, mas ninguém me respondia, naquele momento comecei a suspeitar que haviam invadido a conta de Adriano, não parecia ser ele ali...  De repente, um portal vermelho aparece no quarto, um portal que eu não havia visto antes no jogo, Beatricina foi até a frente dele e falou:                      

"Venham, pessoal. Tenho uma surpresa!"                                                                                      

    Assim que ela terminou de falar, vários outros Habbos começaram a entrar no quarto, até que em questão de segundos ele ficasse lotado, todos estavam vestidos de preto e alguns não tinham cabelo, ou usavam algo que cobria a cabeça ou rosto inteiro, e eles foram de um por um e formaram uma fila na frente de Beatricina, e começaram a falar com o Caps Lock ativado:                                

  "VAMOS! VAMOS! VAMOS! VAMOS! VAMOS! VAMOS!"            

         Naquele momento, um som de ondas sonoras que eu nunca tinha ouvido antes no jogo começou a tocar na Jukebox, ao mesmo tempo que um grito lentamente surgia do som da Jukebox e várias velas apareciam por todos os cantos... Eu comecei a tremer de medo... Então, tentei sair daquele quarto o mais rápido possível, mas para minha surpresa, meu personagem estava travado, não se movia de jeito nenhum! tentei fechar meu navegador mas parecia também estar travado! De repente, meu personagem estava de preto e se começou a se mover sozinho para a fila, mesmo eu tentando movê-lo para o outro lado, então, quando vi que a caixa de fala ainda funcionava comecei a gritar:            

O QUE É ISSO? O QUE É ISSO? QUE TÁ ACONTECENDO AQUI?"            

   E Beatricina apenas ria, no desespero, desliguei o computador pelo estabilizador e sai correndo para tomar água, tentei ficar o resto do dia na casa de meus avós conversando com eles, e tive problemas para dormir à noite... No outro dia quando já estava um pouco mais calmo, decidi entrar uma última vez no Habbo, ir aquele quarto e comprovar que não foi tudo apenas um delírio, quando cheguei lá me deparei com o quarto vazio novamente, fui procurar Adriano na minha lista de amigos mas ele não estava listado nem como offline, digitei seu nome na caixa de busca e apareceu seu perfil. Ele se conectou pela última vez ontem, e em sua missão, estava escrito:


"Escravo"


Morrendo de susto novamente fechei a página na hora e denunciei Beatricina.



Nunca mais vi meu amiguinho online.

Beatricina
Advertisement