Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

"Você vai pagar por seus pecados"- Dara a mulher serpente

Dara Snake Woman é uma entidade enganosa, venenosa e perigosa. Mata por sua hipocrisia e falta de sanidade. Ela é a protagonista de sua própria origem e antagonista do relato “Dara a mulher serpente”. Ela é metade humana e metade sobrenatural, é venenosa como uma cobra e bastante astuta. Ela é uma serva de Kardama Dead Child, onde é essa criatura que a transformou em uma entidade traiçoeira. Ela é uma creepypasta ( história de terror da internet) foi criada por um usuário anônimo chamado kardamaHHmoon/eloisekardama. Ela foi publicada na internet em 2020 e atualizada em 2022. Assim como qualquer outra Creepypasta, é um personagem fictício para histórias e fanarts. Um personagem ligado ao sobrenatural, nada haver com a realidade e também um personagem de terror.

O nome verdadeiro dela é Dara Myres, pode ser chamada por outros nomes como: Falsa Serpente, A cruel, A Mulher Desesperada e Aquela que engole seu próprio veneno. O seu pai que está preso se chamava Aaron Myres e a sua mãe que foi morta por Dara depois de acordar do coma se chamava Helena Myres. Ela como humana é uma estudante de faculdade de teatro. Agora como um monstro, ela é um Daemone (Proxy de Kardama), onde sua função é ficar em sociedade morando entre os humanos e passar informações para seus parceiros sobre as próximas vítimas. Também passar informações de outras entidades que ela achar na sociedade humana. Suas habilidades são acima de um humano, sendo muito forte e rápida e possui habilidades de esgrima. Em questão dos seus poderes, que recebeu de Kardama são: Manipulação de venenos, Fisiologia de cobra, Intangibilidade, Indução de dor e Ilusionismo. Ela era uma humana até a Kardama a transforma-la em um monstro, porém ainda possui humanidade restante. Seus passa tempos é jogar queimada ou fazer qualquer exercício físico como ginastica, yoga e atletismo. Seus objetivos era matar seu estuprador e isso ela fez de modo mais cruel possível. Ela estava farta da sua mãe e queria se vingar dela da pior maneira, ela envenenou a sua mãe fazendo ela entrar em coma por 2 anos, quando ela acordou a Dara fez seu terror psicológico na mulher, torturando seu corpo fazendo ela morrer aos poucos e essa vingança foi o maior mérito dela. Faltava um individuou que ela queria se vingar que é o Marionetista( The Puppeteer ), ele é imortal como ela, então ambos lutam um contra o outro e se torturando basicamente uma rivalidade intensa. Tecnicamente ela é uma entidade assassina trágica.


História:[]

Dara, um fantasma que exala venenos perigosos que pode te causar uma morte extremamente dolorosa, mal sabem que na verdade esse tal "fantasma" é na verdade uma humana, o nome dessa humana é Dara Myres, você agora irá descobrir sobre o que aconteceu com essa mulher, Dara antes de se tornar um monstro assassino ela era filha de uma prostituta que morava no motel, a relação com a mãe dela não é nada boa, a quem que deu luz a ela a odeia com todas as suas formas, sua aparência, personalidade é parecida com o seu ex-marido que matou sua melhor amiga, a pobre Dara sempre era espancada e humilhada pela sua própria mãe, a coisa que mais a sua mãe adorava era corta o cabelo da filha, não chegou a raspar a cabeça dela porque as outras prostitutas a defendia e afastavam a Dara da mãe. Com esses abusos tanto psicológicos quanto físicos, obviamente seu comportamento é perturbador e de muito mal caráter. Todos da escola a odiavam, a mesma sofria muito bullying tanto por ser filha de prostituta e sua personalidade fora do normal. Porém existe uma única pessoa que entendia ela, era um rapaz chamado Matt, ele é muito paciente, corajoso e otimista(embora que ele era bem ingênuo). Dara não expressa muito os sentimentos, portanto agradece muito de ter o Matt ao seu lado, é o primeiro amigo que ela já teve na sua idade. Um dia depois que a aula da sua escola terminou, a Dara foi sair por último, já que ela não gosta muito do Motel por causa dos "barulhos" que tinha por lá, ela foi em um parque abandonado pra poder ficar sozinha limpar um pouco sua mente e tirou da sua mochila uma boneca de porcelana que umas das prostitutas deram pra ela no seu último aniversário. Ela sempre desabafa os seus problemas com essa boneca como se fosse estar realmente conversando com alguém. A vida dela inteira se sentiu um fracasso, agoniada e sozinha; seu coração está rachado, não entendia o que é conforto ou empatia, quando recebia esse sentimento, se sentia estranha e não sabe lidar com isso. O Matt é a única pessoa que consegue fazer ela ficar de pé, ter toda a paciência para ensiná-la o que é certo e errado, principalmente fazer ela se sentir melhor, ela não saberia o que fazer se não tivesse ele, só de pensar nisso ela sorri e abraça a boneca de porcelana feliz. É uma pena que a felicidade acaba, Dara recebe uma mensagem do Matt, e não foi nem um pouco agradável quando leu a mensagem. Dizia que ele se cansou dela, que arruinou a vida dele e chamou ela de muitos nomes. Dara ficou paralisada, ficou surpresa que aquele garoto tão bondoso seria capaz de mandar essas mensagens tão dolorosas, com muita raiva e ódio no coração ela jogou o celular no meio da grama, e depois acabou surtando batendo na árvore ao lado dela que fez seus pulsos sangrarem, mas nem a dor acalmava ela. Voltou pra "casa" que ela chamava de inferno com o coração quebrado e pra completar mais seus problemas a sua mãe derrubou ela se esbarrando de propósito na filha e rindo como se fosse estar vendo um palhaço. Dara chutou entre as pernas da própria mãe que fez ela ficar de joelhos e ameaça ela a cortar a sua intimidade pra que ninguém possa enfiar a língua nela. Depois dessa briga de ameaças, Dara resolveu faltar a aula pra não ver o Matt, já que agora ele a odeia e iria tratá-la como os garotos que faziam bullying com ela. O dia inteiro foi como um pesadelo, ouvia vozes dizendo coisas horríveis, se sentindo tonta e parecia que estava prestes a morrer. Parecia que não tinha controle do próprio corpo, fazia certas coisas que não teve consciência e ficava cada vez mais agressiva. Ela ouviu uma voz que guiava até na garagem do motel, ela foi até lá mesmo não querendo ir, ela não conseguia controlar seu próprio, por lá viu um homem, mas não um homem normal, tinha uma pele cinza, olhos e boca dourados; ele dizia certas coisas para a Dara " Acompanhei sua vida inteira até aqui e que já era hora do final de sua história trágica ''. Dara não questionou, nem a menos ficou com medo daquele homem estranho e apenas aceitou a sua morte. Quando iria se entregar ouviu uma voz familiar, era o Matt, ele não via o homem de olhos dourados, então só estava conversando com a Dara, ele estava pedindo desculpas por aquelas mensagens, os garotos que faziam bullying roubaram o celular dele, mandaram mensagem pra ela e quase o mataram quando tentou recuperá-lo; isso era verdade por causa dos machucados no seu rosto, o homem que iria matar a Dara ficou com nojo do Matt e seus olhos dourados mudaram para vermelhos. A Dara implorou pro homem não mata-lo mas ele a ignorou e com suas cordas cortou as costas do Matt, um corte bem profundo que completamente não tinha como salva-lo e então a Dara ficou irritada, descontou sua fúria no homem paranormal que o nome dele é "The pupperther", ela se jogou pra cima dele, não soltava de jeito nenhum e cortava a garganta dele com um pedaço de vidro quebrado, obviamente não o matava, então tentou acertar no olho mas ele puxou ela com as suas cordas e jogou a garota em direção a parede caindo do lado do corpo morto do Matt. Quando o The pupperther iria finalmente tirar a vida dela, sentiu uma dor no seu peito, a dor se espalhou em todo o seu corpo que quase não conseguia se mexer e vomitou preto. Ele tentou pegar a alma da Dara mas parecia que algo estava sendo impedido, ele ouvido uma voz horrível que dizia "Ela é minha" e então tentou sair naquele lugar mais rápido possível. Dara estava cansada e fraca pra se levantar, ficou abraçada no corpo de Matt, chorando, sempre considerou ele como melhor amigo e a melhor pessoa que poderia ter e implorava pra não a deixar sozinha. Enquanto se lamentava da morte do seu amigo, o corpo dele se desfaz parecendo que está se transformando em neve e a aparência da Dara mudava também, seus cabelos cacheados cortados, cresciam e ficavam brancos. Alguém estava sentada junto com a Dara, era uma mulher de cabelos negros com marcas de losango nos cantos da boca e olhos azuis paranormais, ela estava acariciando os cabelos da Dara e diz a ela " Você não vai ficar sozinha querida", " está tudo bem" e " afinal, agora, você é minha", depois de ouvir isso a Dara se levanta com sua nova forma que consistia em ser muito semelhante a um fantasma, seus olhos eram verdes que ficaram muito mais brilhantes e chamativos com uma pupila reta igual de um gato e seus caninos dos dentes crescem iguais de um vampiro e quando ela fica brava ela cria uma subespécie de serpentes na sua cabeça.

Aparência:[]

Sua pele é branca, um pouco pálida e cheia de sardas em todo seu corpo. Seu cabelo é ruivo, cacheado e longo(Ela as vezes gosta de alisar ele). Possui olhos verdes. Não tem estilo específico, mas gosta de usar roupas com cores claras. Possui 1,69 de altura. Ela como sobrenatural é muito semelhante a um fantasma, seus olhos verdes ficam muito mais brilhantes e chamativos com uma pupila reta igual de um gato e seus caninos dos dentes crescem semelhantes de um vampiro. Ela também tinha muitos machucados por causa de sua mãe e o bullying. Foram curados pela sua regeneração. Como sabem a mãe de Dara não gostava do seu cabelo por lembrar do seu ex marido, por isso ela sempre agarrava os cabelos dela e cortava de maneira agressiva (usando tesouras ou até estiletes). Seu cabelo era a sua maior insegurança, não sentia mais bonita de cabelo longo e cortava até ficar na altura dos seus ombros. Com a ajuda da Delma e Rriei ela perdeu sua insegurança e deixou crescer.

Habilidades/Poderes:[]

- Geração de veneno

- Cabelo de Cobra

- Possessão

- Teletransporte

- Ilusionismo

- Controle Mental

- Levitação

- Intangibilidade

- Mudar de forma

- Manipulação de emoções

- Super agilidade

- Manipulação das Almas

- Imortalidade

- Indução de doenças

- Indução de decomposição

- Construtores de veneno

- Ataques de veneno

- Indução de dor

- Manipulação de ácidos

- Telecinesia

- Criação de ectoplasma

- Ecolocalização

- Ampliação de medo

- Comunicação psíquica

- Leitura da mente

- Manipulação da verdade

- Manipulação dos sonhos

- Proficiência com Espada

- Intuição de artes Marciais

Personalidade:[]

É teimosa, agitada, grossa, mentirosa, maníaca, escandalosa e manipuladora. É muito sensível e tem certo complexo de inferioridade. Com a mal criação de sua mãe, muitas vezes é agressiva e fria. Mas ela realmente tem anseio por conforto de alguém assim como Matt, e não consegue lidar com seus próprios sentimentos. É muito vingativa, quem a fizer a mal, o psicológico ou o corpo dessa pessoa estará em risco e demostra prazer em fazer coisas cruéis e virando completamente uma Sádica assim como sua mãe. É raro ela sentir remorso pelas coisas que faz.

Ela também é sarcástica, implacável e perversa com tudo mundo. É um tanto conspiradora, impulsionada principalmente pela ganância e pela loucura de insanidade. Ela é especialista em esconder sua verdadeira natureza sendo suave, de fala mansa, educada e muitas vezes encantadora, o que o ajuda a atrair vítimas desavisadas para armadilhas. Ela é um oportunista e pode ser rápida em formular tramas.

Ela sempre teve comportamento cruel, sem remorso e sádica.  Ela não tem escrúpulos em aterrorizar civis inocentes como um meio de alcançar seus próprios objetivos e muitas vezes depende de manipulação e falsas promessas para alcançar esses objetivos.

Embora geralmente composto, Dara tem casos de atacar com raiva, particularmente quando se sente desrespeitada mesmo tendo tremenda insegurança de si. Da mesma forma, a equanimidade de Dara é uma espécie de fachada. Embora ela dê a impressão de estar totalmente no controle de todas as situações, na realidade, ela vive em constante medo de ser incapaz do seu trabalho. Quando a noção de fracasso entra em jogo, Dara se torna vulnerável, desesperada e de alto nível.

Apesar de sua completa falta de moral e natureza traiçoeira, Dara frequentemente simpatiza com os oprimidos. Ela faz um esforço genuíno para manter um comportamento calmo e paciente ao começar; ela era inflexível sobre Delma voluntariamente trabalhando como sua parceira, em vez de forçá-lo à vilania através de tortura ou intimidação. Também não há evidências de que Dara pretendia trair Delma para manter todo o reconhecimento para si mesmo, dando a entender que ela não é realmente egoísta.

Ela sempre se comporta ter natureza de ser cheia de si e despreza qualquer um. Mas existe outro ponto que ela realmente se sente, ela despreza todo mundo para se sentir melhor sabendo que é realmente fraca e nada inevitável. Tecnicamente desconta a raiva de si mesma nos outros. É impulsiva e muito impaciente. E também é uma hipócrita e invejosa.

Fatos:[]

- Os meninos que fizeram bullying com a Dara foram assombrados por ela que chegou no nível de serem mandados por um hospital psiquiátrico. Quando eles já ficaram traumatizados o suficiente a Dara matou um deles com um veneno, que causou vômito de sangue e criando bolhas enormes na pele que causavam coceira; e o outro garoto foi morto sendo estripado pelas cobras da Dara e sua carne sendo devorava por ela.

- O esporte favorito de Dara é queimada e sempre ganhava nos esportes da sua escola.

- Não morava mais no Motel, sua mãe foi internada no hospital por causa da Dara tinha a envenenado então morava com sua tia e sua prima até ir pra faculdade. Hoje em dia faz faculdade de teatro e tem sua própria casa.

- A Dara é totalmente impossível de ser manipulada, enganada ou cair em alguma pegadinha. Mesmo sendo fraca em questão de sua autoestima, ela também não da ouvidos para qualquer pessoa.

- As vítimas de Dara além de pessoas que cometem bullying pode matar os criminosos também. Não, ela não faz isso por justiça, afinal ela também odeia a humanidade e acredita que a melhor maneira de não ter essas atrocidades é exterminar todos os humanos do mundo. Ela faz por diversão, literalmente gosta de lutar/matar com sujeitos sem caráter como ela. E também esses atos fazem que as pessoas (vítimas dos crimes) confiam nela para protegê-los e depois ela irá levá0los a uma armadilha onde seus parceiros proxys irão matá-los. Ela é uma excelente manipuladora.

- O método que mais ela usa pra matar é usando suas cobras para apertar algum membro da vítima até quebrar o osso e depois despedaçá-la pedaço por pedaço.

- Dara entende bastante de química, as vezes ajuda seus parceiros em questão de substâncias.

- Ela é mais ativa em combate, já que ela lida com criminosos, mercenários treinados e com várias armas. Com esses oponentes ela evolui muito as suas habilidades, tanto que a mesma lutou com 1.270 homens armados de uma gangue mafiosa sem precisar de seu poder destrutivo e só matou todos eles quando a munição deles acabaram.

- Sempre despreza todo mundo e si mesma por dentro.

- Nasceu em 2000

- Possui complexo de inferioridade que consiste em um sentimento de "não pertencimento" muito insistente, isto é, uma sensação de ser inadequado ou insuficiente para aquele espaço ou situação. Dara acredita que suas características e seu jeito nunca serão aceitáveis num grupo. Ela sempre se vê como menor, inferior e incapaz de ser apreciada da mesma forma que os outros. Esse tipo de síndrome é mais comum do que se espera e acredita-se que todo mundo enfrentará tal sentimento ao longo da vida, mesmo que somente durante o período da infância. Sentir-se inferior ou abaixo de algum padrão estabelecido acontece quando enfrentamos sérios problemas de e descuido com nós mesmos, afinal olhamos em volta e nos sentimos extremamente pequenos nas situações mais banais. Dito em sua origem que o abuso que sofreu foi que a fez a ter com esse transtorno.

- Ela já sofreu estupro/abuso sexual, foi um cliente de sua mãe que achou que ela era uma das prostitutas que trabalhava no Motel, tinha avançado nela de forma violenta, mesmo que ela falava que não trabalhava no lugar, ele não ligou, machucava seu corpo que no meio do processo fez ela sangrar e depois da violência saiu ferida gravemente. Para piorar, a sua mãe riu da cara dela na situação que ela estava e depois Dara se vingou quebrando suas pernas.

- Dara parece ser alguém que se acha superior e despreza todo mundo por ser inferior a ela. Mas a verdade não é nada disso. Ela despreza por raiva de si e é o modo dela de tentar ter atenção de alguém.

- Ela tinha uma boneca de porcelana que tinha recebido das prostituas do motel, também onde o The Puppether a observou antes de tentar matá-la.

- Dara usava drogas desde seus 17 anos depois que seu amigo Matt foi morto.

- A Dara gosta um pouco de crianças, principalmente aquelas mais quietas, porém se uma criança for mal educada com ela, ela o espanca até ficar em coma.

- Sua frase é " You're going topay for your sins" (Você vai pagar por seus pecados).

Músicas temas[]

Loser - Neoni

Galeria:[]

Advertisement