Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement
Bob Esponja 53890

Bob Esponja

Encontrei um post de 2014 de um grupo do Facebook em que alguém contou que viu um episódio perdido bizarro do Bob Esponja em um site desconhecido do leste da Europa.

Dois dias depois ele indicou aquele site pra um amigo, mas aquele episódio já não estava mais naquele site. O episódio era assim :

Um polvo-demônio levou até o restaurante Siri Cascudo a baleia Sandy e ela disse :

Somos todos escravos de um balde de lixo

_Que alucinação é essa ? Eu tô vendo um siri que caminha igual gente, e uma esponja com olhos e pernas, e uma estrela do mar que caminha, e uma lula que tem nariz. E eu tenho um corpo de, baleia ?

O Bob disse :

_Você morreu e foi trazida pra cá.

_Eu lembro do acidente de carro. E uma voz perguntou : "Onde você quer passar a eternidade ?" Eu respondi : "Onde estiver o meu namorado, que morreu 3 anos atrás."

_Qual seu nome ?

_Pérola.

_Eu sou o seu namorado que morreu 3 anos atrás. Eu sou o Bob.

_Mas você é uma esponja.

_E você agora é uma baleia.

Na cozinha do restaurante havia um balde onde o Bob jogava o lixo da cozinha. O balde disse :

_Contem pra ela por que vocês estão aqui.

O Bob falou :

_Eu tinha 25 anos e vivia só surfando na praia. Até que minha vó exigiu que eu trabalhasse ou ela não me daria mais dinheiro. Por isso eu incendiei nossa casa. Mas ela  não morreu. A minha vó foi pro hospital.

_E porque você usa essa roupa, Bob ?

_Porque, quando eu era surfista, eu tinha pesadelos em que  eu tava trabalhando no escritório do meu tio, usando calças de cores escuras e gravata. Agora vou passar a eternidade usando uma gravata e calça marrom.

_Agora fale você, Sandy.

_Eu sou irmã do Bob. Quando ele incendiou a casa e a nossa vó  foi pro hospital, eu queria a herança dela. Porque eu tinha muitas dívidas por causa de um vício. Eu fui até o hospital e retirei o tubo de oxigênio da minha vó. E agora eu uso esse tanque de oxigênio.

_Fale você, molusco.

_Eu era clarinetista, mas ninguém reconhecia meu talento. Por isso eu sequestrei um compositor de música e aprisionei-o na minha casa. Eu obrigava-o a criar músicas. E com as músicas dele eu consegui fazer alguns shows. Eu serrei a perna esquerda dele pra dificultar a fuga dele , se um dia ele tentasse fugir. E agora eu tenho vária pernas.

_Agora você, Siriguejo.

_Quando eu casei, eu queria que a minha mulher não trabalhasse. Mas ela queria trabalhar. Então eu exigi que ela não tivesse nenhum amigo homem no restaurante onde ela trabalhava. Eu mandava um espião observá-la. Ela tornou-se amiga de um colega dela apelidado de Plankton. Eu paguei um cara pra ele matar esse Plankton. A minha mulher trabalhava em um restaurante muito parecido com esse onde nós estamos.

_Agora é você, Patrick.

_Eu era guitarrista de uma banda. Eu torturava meus empregados gordos e dizia : "Eu sou um rock star." E agora sou uma estrela do mar gorda.

A Pérola perguntou pro Mexilhãozinho e pro Homem Sereia :

_Vocês não vão falar ?

_Nós nunca fizemos nada grave. Mas quando morremos preferimos ir morar no território do mestre das trevas, invés de irmos pra onde estão os anjos.

Quando encerrava o dia de trabalho do restaurante, a maioria dos seres marinhos que viviam ali perto tinham ordens pra ficarem na frente do restaurante.

Mais de mil seres marinhos estavam na frente do restaurante quando os 200 polvos elétricos chegaram. Eles tinham uma alta carga elétrica em seus corpos. Esses polvos enrolavam nos seus tentáculos os seres marinhos e aplicavam choques de alta voltagem neles. Os torturados berravam de dor e tinham convulsões. O Bob chorava sangue recebendo aqueles choques.

O balde onde o Bob colocava o lixo da cozinha tava olhando. O balde disse :

_Agora o líquido da dor total.

Os polvos colocaram seus tentáculos na boca dos seres marinhos e despejavam dentro das bocas deles um líquido azul que produzia as dores mais insuportáveis. A dor era tanta que , além de provocar convulsões, também fazia com que eles tivessem alucinações.

Os mil seres marinhos estavam caídos no chão, berrando de dor e chorando compulsivamente, muitos deles tendo convulsões.

O Bob disse pra um polvo :

_Eu sei que nós fizemos coisas horríveis quando estávamos vivos. Mas já estamos sendo torturados durante muitos anos. Pra que tanta crueldade ?

O polvo respondeu :

_Se dependesse de nós, os demônios polvos, vocês  não estariam mais sendo torturados. Mas a Fenda do Biquini não é mais um território demoníaco. Porque Leviatã conquistou esse território. E esse balde fiscaliza pra que nós sigamos as ordens de Leviatã.

Os polvos cantaram aquela música : "Somos todos escravos de um balde de lixo.".

Advertisement