Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

Desde o final de 2019, eu não venho fazendo nada de importante, mas rindo pra caramba toda semana com mais um novo episódio, hilariante de Apenas um Show. Todos meus amigos estavam comentando sobre o desenho. Eu estava muito entediado em ver qualquer coisa no Cartoon Network desde o cancelamento de shows como Coragem e KND. Mas desta vez foi diferente. Aparentemente, todo mundo que eu conhecia assistia Apenas um Show, então eu dei uma chance, e foi ótimo. (Até meu pai, que não gosta de desenhos animados gostou de Apenas um Show) Até agora, eu vi todos os episódios das temporadas 1 e 2.

Eu fiquei um ano sem assistir Apenas um Show. Quer saber por quê? Aqui vai...

Eu vi num site o episódio 'Socos Mortais', que era um episódio normal. E o outro foi chamado de 'Esquecido'. Esquecido? Decidi assistir o episódio. Começou como todos os outros, com os créditos de abertura e aquele tradicional som distorcido que sempre toca. Então, o título do episódio foi exibido na tela. Era "Esquecido". O título do episódio permaneceu congelado na tela. Eu pensei que minha TV estava com defeito, mas o fundo por trás do título começou a chacoalhar. Então, depois de um tempo o episódio finalmente começou. Estava mostrando o parque. Tinha várias pessoas andando por ali, algumas deprimidas, algumas chorando. Então a câmera foi se movendo até chegar na casa. A câmera ficou focada na casa. Após cerca de 30 segundos, veio um grito terrível. Parecia Pairulito chorando. A câmera começou a se mover em direção a uma janela aberta, o choro de Pairulito tornou-se mais alto. Uma música triste de violino começou a tocar.

Depois do que pareceu uma eternidade, a cena foi cortada para o quarto de Mordecai e Rigby, eles estavam lá e havia sangue nas paredes. A melodia de violino deprimente continuou a tocar. Neste ponto eu comecei a ficar com medo. Eram 5:20 da manhã, as luzes da minha casa estavam apagadas, eu estava sozinho na minha sala, e sou muito covarde para me levantar e acender as luzes. A única fonte de luz na minha casa agora é o brilho da minha TV que ilumina toda a sala. Eu queria desligá-la, mas eu não conseguia desviar o olhar. Eu continuei assistindo...

O choro e o violino finalmente pararam. A cena mudou para o personagem Benson (gerente do parque) gritando com Mordecai e Rigby por serem preguiçosos, como de costume. Só que desta vez, ele estava furioso. Neste ponto, as imagens começaram a ficar tremidas e entrar em estática. O áudio ficou distorcido, como se o volume da voz de Benson ficou alto. A câmera se moveu lentamente para longe do rosto Benson, que estava vermelho (assim como ele sempre fica quando está bravo), e começou a focar em Rigby. Algo estava muito errado. Rigby estava péssimo, com um olhar muito chateado.

Começaram a aparecer imagens de episódios anteriores, quando Benson gritava com Mordecai e Rigby. A cena então muda para o quarto de Pairulito. Um choro ae grito foram ouvidos, porém mais alto do que antes. O choro durou uns 2 minutos até que cortou para outra cena. Era toda preta. A cena volta depois de 9 minutos. Do nada, Mordecai é ouvido gritando "NÃÃÃO!! NÃÃO!!"

Rigby é visto segurando uma espingarda, seus olhos estavam vermelhos. Ele desce as escadas com a intenção de matar Benson. Ele corre para fora, e a imagem volta a ficar fortemente distorcida e embaçada. Então, há um silêncio por um momento.


Tiros de espingarda são ouvidos, seguido por um efeito de som de grito. Então a tela corta novamente para outra cena. Desta vez, Benson está no chão, cheio de buracos de tiro e sangrando. A próxima mostra Rigby virar a arma contra si mesmo. Uma vez mais, Mordecai começa a gritar para ele parar. A câmara muda novamente para o quarto de Pairulito. Desta vez, o corpo de Mordecai está pendurado no teto, e Pairulito está chorando. Isso me leva a crer que Mordecai tinha cometido suicídio, e Pairulito tinha ficado horrorizado.


Fiquei com medo. Eu não podia acreditar no que eu assisti.

Na escola, toda a conversa de Apenas um Show tinha parado. Eu não consigo que a imagem de Mordecai pendurado em uma forca saia da minha cabeça. O choro, o violino... Meu Deus... Aqueles gritos ecoarão na minha cabeça até o dia que eu morrer.

Advertisement