Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

Meus pais trabalham juntos. A partir de 20 de dezembro ocorrerram problemas no trabalho deles, por isso eles não puderam, no Natal, ir até a cidade onde minha vó mora, como eles faziam todos anos. Mas mandaram que eu fosse.

_Quem é você ?

_Sou o seu neto Adamastor.

_Não lembro de você. Acho que é um tarado querendo me estuprar.

(Ela tem Alzheimer).

A coisa que eu mais gostava no sítio dela era correr no mato. Havia uma vegetação alta que ia até a altura do meu peito. Eu gostava de correr nu naquela vegetação sendo acariciado pelas folhagens altas daqule mato. Tirei a roupa pra correr naquele mato.

_Eu disse que você é um tarado que chegou aqui pra me estuprar. Até tirou a roupa.

Eu corria no mato quando tropecei e caí num toco. Fiquei tão machucado que não conseguia caminhar. Eu gritava de dor.

_Está até gritando de prazer, seu tarado. É disso que você gosta.

_Chame o Paulão pra me socorrer, vó.

_Pra que Paulão ? O prazer que você tá sentindo não é o suficiente ?

Ela foi dormir e eu passei a noite sangrando e gritando.

Quando amanheceu, o Paulão foi até onde eu estava.

_A sua vó disse que você tava gritando de prazer, e que,  mesmo assim, queria a minha presença pra sentir mais prazer.

Eu mostrei uma parte íntima do meu corpo que tava sangrando.

_Pela abobrinha da Tijuca ! Quem fez isso com você ?

_Aquele toco.

Ele colocou-me no carro e levou-me pro hospital. Fiquei 3 dias internado e todos médicos, enfermeiros, faxineiros e até o diretor fizeram dezenas de piadas com insinuações eróticas sobre o meu ferimento.

Dez da noite do dia 31 de dezembro disseram que um cirurgião ia consertar aquela parte do meu corpo.

Fui levado pra sala de cirurgia. E lá estava apenas o cirurgião. Percebi que no chão da sala havia um círculo desenhado . O médico colocou velas acesas, um espelho, e um punhal de prata dentro do círculo. E ele disse :

_Acho que você gosta de entregar alguma parte do seu corpo, esse acidente que você sofreu é muito suspeito. Então que tal entregar também a sua alma  pra um dos seres mais poderosos ?

_Por que ?

_Porque, se você não fizer isso, eu vou ficar irritado e vou amputar seu nariz durante a cirurgia.

Ele, com o punhal de prata, cortou meu braço e mostrou um pergaminho escrito com uns símbolos que eu nunca tinha visto. Ele mandou que eu assinasse o pergaminho com o sangue do corte no meu braço. Eu molhei o dedo com sangue e assinei.

_Hoje é 31 de dezembro. Agora é 11 e 30 da noite. E meia noite você estará anestesiado, ou morto, ou algo mil vez pior. Então eu, antecipadamente, desejo que você tenha um feliz ânus novo.

_Tenha cuidado com essa cirurgia, doutor. Essa parte do corpo talvez seja a mais importante.

Dormi e acordei num lugar onde monstros mordiam e espancavam pessoas nuas. Um daqueles monstros me disse :

_Eu tava na festa do reveillon mas vim até aqui pra lhe dar as boas vindas a esse lugar tão feliz e desejar um feliz ano novo.

_Lá na Terra o meu ano novo tava doendo muito porque eu sofri um acidente no sítio da minha vó. Mas aqui acho que ele não doerá.

_Aqui as pessoas sentem dor até um ponto em que elas  não desmaiem. Porque nós queremos interagir com vocês o tempo todo, adoramos vocês , por isso não queremos que vocês desmaiem. A dor é muito forte, mas não é tanta que faça vocês desmaiarem.

_Sim, senhor monstro, eu vejo tudo pelo lado positivo. Se é uma dor que a pessoa não desmaia, é melhor que uma dor que faça a pessoa desmaiar.

_Mas tem o lado negativo. É uma dor forte que nunca vai parar durante toda a eternidade.

_Mas , senhor monstro, nessa dor que nunca vai parar também deve haver um lado positivo. Eu sofri um acidente horrível no sítio da minha vó, mas não perdi o otimismo. Sempre tem um lado positivo, seu lindinho.

_Eu sou um monstro apavorante. Por que você me chamou de lindinho ?

_Porque, lá na Terra, a única pessoa com quem eu fiquei era mais feia do que você.

_Essa pessoa é a sua vó, desse sítio que você falou ?

_A minha vó tem 92 anos e tem o rosto deformado porque teve câncer no nariz e na testa. Mas a única pessoa que eu fiquei era jovem, mas era mil vezes mais feia que a minha vó.

_E você sentia prazer com essa pessoa ?

_Nenhum, porque eu não sou masoquista. E a pessoa me espancava o tempo inteiro.

_Vamos parar de falar em tristeza. Eu vou voltar pro reveillon e vou levar você junto, porque você será nosso alimento.

_Mas você disse que eu vou ser torturado por toda a eternidade. Se vocês me devorarem, eu não vou existir mais .

_Nós vamos devorar dois braços seus e uma perna. E vamos ter uma atividade com a parte do corpo que você machucou no sítio da sua vó.

_Então é por isso que você falou que eu vou ser alimento. Nos dois sentidos da palavra.

_Então vamos lá começar 2023 com muita alegria. O sexo talvez não vai ser tão bom porque durante essa atividade nós também estaremos mastigando e engolindo seus braços  e sua perna. Mas mesmo com tanta dor que você vai sentir, e mesmo perdendo os braços e a perna, tentaremos fazer com que o seu primeiro dia de 2023 seja um feliz ânus novo.

_Ele foi consertado pelo doutor Morterrível.

_Que honra pra você. O Morterrível é o maior especialista em convencer trouxas iguais você a assinarem aquele documento  onde vocês vendem a alma pra nós. Você assinou o pergaminho com fezes ou com sangue ?

_Com sangue. Eu sou bizarro desse jeito mas sou limpinho e não arroto durante a refeição.

_Então vem comigo, minha refeição.

Que venha 2023, com essa bela mensagem de otimismo.

Advertisement