Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement
Anachronic

Anachronic: O Jogo da Morte[]

O ano era 1997, e em Abril deste ano um novo jogo misterioso chegava à algumas lojas, feiras e em sites de compra da internet: Anachronic, um jogo de terror com elementos lúdicos e uma gameplay envolvente e investigativa, onde nós controlávamos uma garota chamada Ana que adentrava uma civilização isolada repleta de seres hostis, agressivos e territorialistas, que cultuavam um ser conhecido como Ceifador Espiral, manipulando a sanidade de nossa protagonista para que a mesma se una ao culto, e se torne uma criatura como eles.

Visto que ninguém sabia exatamente de onde aquele jogo havia surgido, logo começou um burburinho a seu respeito, com fóruns na web comentando sobre o jogo, revistas tentando dissecar os segredos do game, e colegas de escola se reunindo em suas casas para jogarem Anachronic. Mas de todos esses exemplos que acabei de dar, havia algo a mais em comum entre esses casos além de jovens viciados em jogos eletrônicos: todos eles eram encontrados mortos de formas misteriosas logo depois de jogarem o game.

Como se fosse uma grande histeria coletiva, de crianças até adultos aparecendo mortos subitamente em suas casas, com machucados espalhados em si, e um sangue preto seco e viscoso saindo de seus corpos. E sempre que a cena do crime era investigada, todas as vítimas estavam jogadas em frente à televisão, com o video-game ligado e um controle ao seu lado, mas sem nenhum vestígio de Anahcronic sendo transmitido nas telas, com o CD do jogo sempre encontrado completamente riscado e sujo com o mesmo líquido que saia dos corpos dos mortos, ou com os arquivos de seu download apagados da existência dos computadores em que supostamente foram jogados.

E assim como aconteceu quando o jogo logo surgiu, muitos fóruns na internet começaram a investigar os acontecidos, para tentar descobrir o quê, ou quem, estava causando a morte dessas centenas de pessoas pelo Brasil e até em alguns países de fora. Muitos policiais e detetives tentavam averiguar os casos mas sempre havia uma peça importante que se perdia no caminho e impedia a conclusão, mas sempre os jovens desocupados, viciados em internet e adeptos às técnicas do hacking, estavam dispostos a fechar os casos deixados em aberto por profissionais. E em muitos desses casos isolados de adolescentes prepotentes, muitos relatos afirmavam que, na maioria das vezes, o medo de morrer pelo jogo Anachronic, era o que gerava as próprias cópias do jogo, e todos que chegavam perto de jogá-lo ou tinham algum contato -- físico ou digital -- com estas cópias, se tornavam perturbados mentalmente, em um estado anacrônico, agindo como se suas mentes se mantivessem estagnadas eternamente no momento em que encontraram o jogo, mas seus corpos continuassem envelhecendo. Este fenômeno ocorria de forma semelhante com todos os aparelhos eletrônicos que continham algum vestígio do jogo, como computadores com a data, horário e históricos pausados, ou até mesmo consoles, que mesmo com esforços para que fossem quebrados, continuavam intactos.

Há algumas citações na internet e em livros de historiadores ou pesquisadores paranormais que relacionam a lenda de Anachronic com verdadeiras seitas antigas e cultos devotos à entidades sobrenaturais, em especial a própria Morte, também conhecida por outros nomes como Ceifador, assim como demonstrado no game. Não existem relatos reais que relacionam diretamente a causa da morte das vítimas do jogo com alguma criatura, mas muitas teorias rondam a internet em fóruns de discussões sobre a existência de um possível monstro: a alma perdida do criador de Anachronic, que foi amaldiçoado por algum culto perturbador e submetido a assassinar de forma perturbadora todos que jogarem seu jogo, para que se tornem partes de um ritual maior e desconhecido. O ritual macabro que manifestou esta aberração e fez perdurar até os dias de hoje a proliferação desta lenda mortífera, será transmitido eternamente até que alguém seja capaz de adentrar o fim desta espiral infinita de maldições e possa acabar com esse jogo da morte.

- Kapolyn

Advertisement