Wiki Creepypasta Brasil
Advertisement

Todo mundo lembra da famosa série "Chaves" e seu grande elenco de personagens. Dentre eles, talvez um dos mais amados seja Ramón Valdés, conhecido por dar vida ao "Seu Madruga". O que muitos não sabem, porém, é que ele e Carlos Villagrán, o "Quico", fizeram juntos com uma série independente alguns anos depois que marcaria o fim do ator nas telinhas.

Tudo começou quando Valdés descobriu um câncer no estômago no começo dos anos 80 devido ao seu forte vício em tabaco. Por conta disso, precisou passar por uma cirgurgia que reduziu o tamanho seu estômago pela metade. O câncer, entretanto, já havia feito metátase na sua medula, além do ator ter ignorado completamente as indicações dos médicos. Para a surpresa deles, Valdés ainda viveu 3 anos a mais que a expectativa.

Kiko ángel

Enquanto isso, no mundo dos famosos, Chespirito, Carlos Villagrán e Ramón Valdés tiveram desacordos trabalhistas e o os dois saíram da série para criar seu próprio spin-off independente, "¡Ah, que Kiko!", conhecido no Brasil como "Kiko e Sua Turma". Na história, os dois reprisavam seus papéis de Quico e Seu Madruga trabalhando numa venda e arrumando todo tipo de confusão. Para o azar deles, a empreitada não teve muito sucesso, se tornando mais um fracasso das produções de Villagran. Vale destacar que esta foi a última aparição de Ramón Valdés atuando, mas o mais assustador seria a cena em que Valdés apareceria pela última vez.

O assustador episódio perdido de Kiko e Sua Turma[]

A morte de Ramón Valdés

No episódio em questão, Seu Madruga discute com Dona Socorro e, por conta de um mal-entendido, ela obriga ele e seu esposo a marcarem um duelo mortal dentro do cemitério. O episódio segue normal até a cena que Seu Madruga entra no cemitério: a névoa, a assustadora música de fundo e o que sabemos que aconteceria com o ator logo depois, todo o ambiente era como de um filme de terror dos anos 70 e 80. Tudo foi mais tarde confirmado pelo próprio Carlos Villagrán que contou sobre a última cena do ator em vida e pelo redescobrimento do episódio que por muito tempo pensou-se ter sido perdido, cancelado ou mesmo ser uma simples creepypasta.

Traduzido e adaptado de La muerte de Ramón Valdéz.

Advertisement